Durante o dia 15 de fevereiro ao dia 1º de março foram ao ar na BBC One os três episódios que compuseram a minissérie The Casual Vacancy, adaptação do livro Morte Súbita, da autora J.K. Rowling. Sempre quis compartilhar a minha opinião sobre a minissérie aqui com vocês, mas como nunca havia resenhado o livro Morte Súbita, decidi adiar esse post. Só que agora a resenha do livro já foi publicada e eu vim aqui contar para vocês o que achei de The Casual Vacancy!

A minissérie conseguiu levar a essência do livro para as telinhas, mas pecou em alguns aspectos, o que deixou o resultado final de The Casual Vacancy mediano. A série foi legal, mas poderia ter sido MUITO melhor! Resolvi compartilhar aqui com vocês o que eu gostei e o que não gostei na minissérie:

AVISO: A PARTIR DE AGORA HAVERÃO ALGUNS SPOILERS DO LIVRO "MORTE SÚBITA"! SE VOCÊ AINDA NÃO LEU O LIVRO É RECOMENDÁVEL QUE NÃO PROSSIGA COM A LEITURA DO POST.


O que eu gostei:


* A atuação de Abigail Lawrie. Quando vi a primeira imagem da Abigail caracterizada como Krystal eu disse: "Essa vai ser a Krytal? Sério?" Pois é, a atriz não se parecia muito com a Krystal que imaginava, mas ela deu um show de atuação! Fiquei impressionado com a atuação da garota. Logo nas primeiras cenas eu já havia me convencido: Essa é a Krystal Weedon!!



* A atuação do Joe Hurst. Outro jovem ator que deu um show de atuação foi o Joe Hurst. O ator deu vida ao personagem Andrew Price com maestria! Sem falar que ele se parece muito com o personagem...



* As atuações de Michael Gambon e Julia McKenzie. As atuações realmente foram o ponto alto da série. Os veteranos Michael Gambon e Julia McKenzie também deram vida aos personagens Howard e Shirley com maestria!



* A amizade entre Andrew e Bola. A amizade entre os personagens Andrew e Bola (que é repleta de altos e baixos) foi mostrada fielmente na minissérie. Até colocaram em cena o local (esse da foto) que era ponto de encontro dos dois amigos. Gostei de ver isso!



* O_Fantasma_de_Barry_Fairbrother. O usuário (chamado de O Fantasma de Barry Fairbrother) que soltava comentários sarcásticos e maldosos a respeito de alguns personagens do livro também estava presente na minissérie (com comentários ainda mais ácidos). Esse foi um dos pontos altos da minissérie. Ri bastante com os comentários do Fantasma! rs



* A fotografia e a trilha sonora. A excelente fotografia misturada a uma ótima trilha sonora proporcionou ao telespectador cenas memoráveis.


O que eu não gostei:


* A quase exclusão da personagem Sukhvinder. Uma das minhas personagens preferidas do livro foi praticamente excluída da série. A pobre Suhkvinder praticamente entrou muda e saiu calada (tirando uma única fala no último episódio e as narrações de dois episódios, a personagem não falou nada) da minissérie. É uma pena! A personagem, se tivesse sido melhor aproveitada, poderia ter sido o grande destaque da minissérie. Sem falar que a trama da personagem tem temas que raramente são abordados em séries de TV: A automutilação e a dislexia.



* O mal aproveitamento das personagens Kay e Gaia. Cadê os dramas e os conflitos entre mãe e filha? Cadê as frequentes brigas protagonizadas pelas personagens Kay e Gaia? Nada disso teve na minissérie. Talvez por os produtores terem excluído da série o personagem Gavin, que era o responsável por as personagens brigarem... Mas enfim, o fato é que as duas personagens tiveram pouco destaque na minissérie e isso também foi lamentável.


 
* Barry e Simon serem irmãos.
Até agora eu não entendi o porque dos personagens Barry Fairbrother e Simon Price serem irmãos na minissérie! Resolveram mexer na árvore genealógica dos personagens do livro para nada! Eu hein...



* O destaque dado a Libby e Lexie. Libby e Lexie são filhas do Miles com a Samantha e mal aparecem no livro, só que na série, resolveram dar destaque para as garotas! Como assim, Brasil? Essas garotas são insuportáveis! Seria bem melhor que eles tivessem excluído as duas da minissérie e tivessem dado mais destaque a outros personagens mais importantes (A Sukhvinder, por exemplo)...


* Não ter tocado Umbrella. A música Umbrella, da cantora Rihanna, "toca" em duas cenas bastante emblemáticas do livro: No enterro do Barry Fairbrother e no enterro da Krystal. E na minissérie a música não tocou em nenhum momentinho sequer. Sacanagem!


* O formato da minissérie. 3 episódios de 1 hora cada não era, nem foi suficiente para desenvolver todas as tramas do livro. 5 ou 6 episódios com 1 hora cada poderia até dar conta do recado, mas 3 não deu... Infelizmente.


Então é isso pessoal. Espero que vocês tenham gostado do post! Ah, não se esqueçam de me contar aí nos comentários se vocês assistiram a minissérie e o que vocês acharam dela, tá? ;)

38 Comentários

  1. Oi, Tony. Eu ainda não assisti e nem li o livro então fiquei com receio de ler a postagem, mas como sou muito ousada... Acabei lendo e não entendi nada porque não sei quem é quem kkkkkkkkkk.
    Acho que nem foi spoiler, já que não sei a função de cada um mesmo rs

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia! KKKKKKK é mesmo, acho que pra você acabou não sendo spoiler mesmo! rsrs

      Excluir
  2. Gostei bastante das suas comparações. Mas confesso que tem tanto tempo que li esse livro que mal lembrei de algumas coisas que você colocou hehe. Não sei se vou assistir. Como não achei o livro dos melhores, fico com um pé atras com a miniserie.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Fico feliz que você tenha curtido as minhas comparações! KKKKK sério que você não lembrou de algumas coisas? Assista o primeiro episódio, se você curtir ele assista os outros! :)

      Excluir
  3. Oooi Tony,

    Eu não sabia dessa série inspirada no livro da autora. Confesso que não tenho muito interesse de ler não, mas eu assistiria com certeza. Porque eu fiquei meio curiosa com o enredo.
    Acho que qualquer adaptação é ruim porque é uma visão de uma unica pessoa e sempre vai ficar faltando partes importantes :(


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Pois é, fizeram uma série para o livro. Mas assim como você, muitas pessoas desconhecem a série, estou percebendo que a minissérie não fez tanto sucesso assim... Assista mesmo, apesar dos contras a minissérie ficou até legal! Pois é, é meio ruim por isso mesmo! :(

      Excluir
  4. Oii!!!

    Conheci melhor o livro depois da tua resenha, mas nem imaginava que tivesse uma minissérie. Sério, a autora faz sempre sucesso, seja com fantasia, ficção, terror, enfim, até romance ela deve escrever bem hehe.

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! Pois é, tem uma minissérie sim! Verdade, a J.K. Rowling faz muuuuuuuito sucesso! haha

      Excluir
  5. Oi, Tony!

    Você avisou, mas eu quis por minha conta em risco e decidi ler o post! Esperta, né? Agora sei que pelo menos dois morrem...hahahaha
    Eu não sei o que esperar desse livro! Vejo muita gente falando mal e muita gente falando bem! Eu até tinha pensado eu assistir a série, mas sei que se eu fizer isso não vou ler o livro! E se eu não ler o livro não vou saber de coisas que ficaram de fora, como você pontuou...
    Morte Súbita está lá bonitinho no "quero ler" do Skoob...mas nunca leio o bendito livro!

    Beijão
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Hahaha você não acha ruim quando te soltam spoiler? Eu acho! kkkkk Esse é um daqueles livros que ou você ama ou você odeia! Eu no caso, amei! É melhor você ler e ver o que acha da obra, né? :)

      Excluir
  6. Olha quando se trata de adaptações é muito, mas muito difícil mesmo que fique como nós queremos. Acho filmes ou séries baseadas em livros nunca agradam todos e nem completamente os fãs.
    Eu normalmente odeio as adaptações dos livros para séries, em especial. (menos Gossip Girl, mas talvez porque não li os livros).
    Por exemplo The Vampire Diaries, acho a série uma bosta, eles mudaram completamente os personagens, a narrativa.. Tudo!
    Mas não dá para esperar que uma série tenha o mesmo ritmo de um livro, é simplesmente impossível e corre o risco de ficar chato pra quem não leu o livro....

    Beijos!
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa! Infelizmente essa é a mais pura verdade! :( Até então já vi ótimas adaptações cinematográficas de livros (Garota Exemplar e os filmes de Jogos Vorazes são exemplos), mas séries é mais difícil de eu gostar 100% de uma adaptação. Eu nunca li os livros de TVD, mas pelo que vejo mudaram realmente muita coisa! É verdade, tem isso mesmo...

      Excluir
  7. Oi Tony!
    É sempre assim, o filme nunca é totalmente fiel ao livro!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia! Pois é, infelizmente os filmes e séries nunca são totalmente fieis ao livro! :(

      Excluir
  8. Olá, Tony.
    Adorei o post. Não li o livro e nem vi a minissérie, mas é ótimo ver comparações. De fato, dislexia e automutilação são temas pouco abordados sem séries de TV, seria bacana ver algo diferente em programas. Mas pelo menos uma grande quantidade de coisa te agradou!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inês! Fico feliz que você tenha curtido o post! Pois é, teria sido muito legal se eles tivessem abordado esses temas, mas fazer o que, né? É, várias coisas me agradaram! :)

      Excluir
  9. Acredita que ainda não assisti rsrs,estava pensando seriamente em assisti,mas fiquei pensando em poder me desapontar,já que o livro é simplesmente incrível.Mas como dizem que o livro nunca é igual o filme,por isso sempre fico com o livro.Mas futuramente vou assisti sim.
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Erika! Haha sério? Eu assisti os episódios assim que os lançaram! rs Infelizmente a série me desapontou um pouco, mas é legalzinha! Assista e venha me dizer o que achou, tá? :)

      Excluir
  10. Olá, Lucas!
    Assisti a série e concordo com você em vários pontos. A personagem Gavin, por exemplo, devia ter mesmo aparecido, pois, no livro, tem um papel muito além de o canalha covarde: salvar ou não Robbie correndo sozinho pela rua. Ele representa, na minha opinião, aquelas pessoas que preferem deixar os problemas sociais de lado, ainda que as afete. Tudo bem: mudaram o destino de Robbie e por isso adaptar Gavin talvez não tivesse nenhuma contribuição para a grande crítica (muito bem aplicada na série, por sinal) da trama. Isso também mudou o conflito e evolução de caráter de Samantha, igualmente relacionado com a cena de Robbie perdido. Houve uma substituição de conflito e, segundo o que aprendemos com Henry James e Dickens, mudança de caráter ainda é plot, sob qualquer forma.
    Kay continuou com seu lado assistente-social-dedicada e Gaia foi reduzida a mocinha bonita que engendra um romance compensador com o mocinho/herói. Lamentável, embora a relação pais-filhos tenha sido explorada em outras famílias (a dos Mollison, por exemplo, que, concordando com você, teve destaque maior, enquanto esperávamos apenas o breve comentário sobre Nietzsche de uma delas naquela cena essencial do jantar. Rsrs).
    Também não entendi porque tornaram Barry e Simon irmãos e acredito que isso só fez reforçar a imagem imoral de Simon. E, como você, ri das performances do Fantasma, além das aparições de Barry e as caveiras como presságios de morte (Dona Morte, afinal, não pode faltar nas criações de Rowling).
    Sem comentários sobre o papel de Sukhvinder, a heroína junto de Krystal no livro.
    Enfim, adorei o post e saber sua opinião sobre a adaptação, Lucas. Rsrs

    Beijos
    agathaodaisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Agatha! Eba, que bom que você concorda comigo em vários pontos! Pois é, apesar de não gostar do Gavin reconheço que ele realmente representa esse tipo de pessoa e é responsável por essa ótima crítica. Isso me lembra que li uma entrevista da J.K. Rowling onde ela fala sobre o porque de ter escolhido aqueles personagens para verem o Robbie e não fazerem nada. Senti falta de ver a mudança de caráter da Samantha na série, ela era uma das minhas personagens preferidas no livro e na série eu não gostei tanto assim dela... Isso da Kay e Gaia é realmente lamentável e assim como você ri das aparições de Barry e as caveiras como presságios da morte!
      É uma pena que a Sukhvinder mal tenha aparecido na série, né? :/
      Fico feliz que você tenha curtido o post! :)

      Excluir
  11. Oii Tony! Eu comecei a ler Morte Súbita mas não consegui continuar, terminei abandonando o livro logo nas primeiras páginas! :/ Será que tenho mais sorte com a série? rs' espero que sim! Vou procurar!

    Abraços!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joanderson! Nossa, sério? Que chato isso! :/ Eu adorei o livro! Tenta ver a série e depois me diz o que você achou, tá? :)

      Excluir
  12. Não adianta, os livros sempre vão ser melhores kkk e nossa, pelo que vi essa é uma história beem diferente do que ela costuma escrever né? pena que não foi bem aproveitada como minisérie, afinal que costumava fazer mais uns episódios né? já que ta na chuva é pra se molhar e fazer bem feito D:

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O Jogo Infinito", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Pois é, os livros são sempre melhores! rsrs É bem diferente mesmo! Pois é, a série não foi tão bem aproveitada! :/ Dava para eles terem feito mais episódios, mas fazer o que, né? :(

      Excluir
  13. Olá, lhe indiquei na tag Liebster Award. Veja como funciona e se quiser você responde!
    Lindo seu blog, Sucesso!
    http://novosromeus.blogspot.com.br/2015/04/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! Ah, obrigado por me indicar! Vou lá dar uma olhadinha na tag! :)

      Excluir
  14. Oie,
    To doida para assistir essa minissérie, mas primeiro quero ler o livro...

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juh! Espero que você consiga ler o livro e assistir a série e consiga gostar de ambos! :)

      Excluir
  15. Oi Tony! Tudo bem?

    Cara, quando você falou do fantasminha lá da internet me deixou curioso para assistir e ler, só por isso, haha. Sério que são só 3 episódios? '-' Isso sim é o que eu chamo de minissérie! Mesmo não dando conta de todo o enredo :/

    Que sem graça terem tirado 'Umbrella' da trilha sonora '-' A música é super viciante! <3

    Abs!

    Jhonatan | Leitura Silenciosa
    PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jhonatan! Tudo ótimo e contigo? O Fantasma de Barry Fairbrother é muito legal, uma das coisas que adoro no livro e na minissérie! Pois é, são só 3 episódios! :/ Eu adoro Umbrella e fiquei com muita raiva por terem tirado a música da série!

      Excluir
  16. Oi Tony! Poxaaaa. Fiquei tão curiosa agora para assistir que estou até formigando! hahahha' Não sabia que tinha essa minissérie, vou procurar para assistir.
    haha Beijão
    Jardim de primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara! Hahaha apesar dos contras, a série foi legalzinha! Espero que você assista e curta os episódios! :)

      Excluir
  17. COMO ASSIM NÃO TOCA UMBRELLA? EU VOU DA NA CARA DESSES PRODUTORES!!
    Olha, eu adorei esse seu post porque eu to curiosíssimo pra assistir a série. Eu AMEI o livro e já te disse isso na resenha.
    Bom, a presença do Michael Gambon e Julia McKenzie pra mim são o ponto forte. Eu to doido pra ver eles atuando.
    Não curti muito a atriz que faz a Krystal. Preciso assistir pra saber se realmente deu certo.

    E que porréssa dessas duas garotas chatas aparecem e não ter dado espaço pra Sukhvinder???
    Ela é uma das mais importantes do livro (do meio pro final).
    Ainda estou revolt's por não ter tocado Umbrella.
    E aqui, que fracasso é essa dessa série ?? Pouquíssima gente conhece/assistiu.
    Um livro tão bom, uma história tão grande e forte. 3 episódios não acho que é suficiente pra pegar toda a essência do livro.
    Bom, valeu por ter feito esse post. Agora eu vou assistir pra poder chorar um pouco e morrer de ódio dos produtores pelo jeito.
    Umbrella, cara! Umbrella! :/

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Markus! Dá vontade de dá neles mesmo, né? Não tocar Umbrella na série foi um crime!!! Fico feliz que você tenha curtido o post!
      Olha, o Michael Gambon e a Julia McKenzie arrasam! A atuação dos dois está impecável! Eu também não tinha curtido a atriz que fez a Krystal, mas depois de ter visto ela atuando: Me calei! A atriz deu um show de atuação!!!
      Pois é, fiquei revoltado com isso! A Sukhvinder é uma personagem mega importante no livro e na série acabou virando figurante... Percebi isso, a série realmente fracassou! :/
      Deviam ser no mínimo uns 6 episódios de 1 hora cada!
      Hahaha depois me conta o que você achou da série, tá?

      Excluir
  18. Oi, Tony!
    Não o li post até o final pois ainda estou no comecinho do livro.
    Não sabia dessa minissérie até semana passada. Vi uma dica que para quem estava lendo o livro assistir a série pois ajudaria no melhor entendimento do enredo.
    Vou ver se intercalo a leitura com os episódios. Pode apostar que quando terminar venho conferir o post completo.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eliana! Você fez bem em não ler o post até o final pois soltei alguns spoilers do final! rs Depois me conta o que você achou do livro e da minissérie, tá? :)

      Excluir
  19. Olá, Tony.
    Ainda não li o livro, mas quero muito. E esse é o motivo para eu ainda não ter conferido a série. Curti sua comparação.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renato! Espero que você possa ler o livro e assistir a série em breve! Fico feliz que você tenha curtido minhas comparações! ^^

      Excluir