Título: Quase Uma Rockstar
Título Original: Sorta Like a Rockstar
Autor: Matthew Quick
Ano: 2015
Páginas: 256
Editora: Intrínseca
Sinopse: Desde que o namorado da mãe as expulsou de casa, Amber Appleton, a mãe e o cachorro moram em um ônibus escolar. Aos dezessete anos e no segundo ano do ensino médio, Amber se autoproclama princesa da esperança e é dona de um otimismo incansável, mas quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, ela não consegue mais enxergar a vida com os mesmos olhos. Será que no meio de tanta tristeza e sofrimento Amber vai recuperar a fé na vida? Com personagens cativantes e uma protagonista apaixonante, Matthew Quick constrói de forma encantadora um universo de risadas, lealdade e esperança conquistada a duras penas.

Tendo duas experiências altamente positivas com o Matthew Quick, as minhas expectativas para “Quase Uma Rockstar” eram altíssimas. Felizmente posso afirmar que o autor conseguiu superar minhas expectativas e ainda me surpreender.


“Quase Uma Rockstar” é uma obra comovente, emocionante e inspiradora. Ler este livro foi como estar em uma montanha-russa de sentimentos. Ora eu estava sorrindo, admirado e encantado com Amber Appleton. Ora eu estava para baixo, sofrendo junto com a personagem. Gosto de livros assim, que nos conectam de uma forma tão única com os seus personagens que até parece que somos nós que estamos ali vivendo tudo aquilo. E Matthew Quick SEMPRE consegue fazer livros assim. Ele leva a leitura para outro patamar, conseguindo criar uma conexão única e incrível entre o leitor e os seus personagens.

A cada novo livro lido do autor, fica mais difícil para mim escolher o melhor protagonista criado por Quick. Quando li “O Lado Bom da Vida” eu achava que era o Pat; Com “Perdão, Leonard Peacock” eu afirmei que Leonard era um dos melhores personagens que pude conhecer na literatura; Mas agora, com “Quase Uma Rockstar”, eu já não sei afirmar mais nada, pois Amber me cativou como nenhum outro personagem já o fez.
 

"Sempre que alguém me encara como se quisesse me dar um murro, olho a pessoa nos olhos, abro um sorriso enorme, aceno e digo: "Espero que seu dia seja ótimo!" É muito doido, porque funciona mesmo. Se você não acredita, tente. Mesmo os mais emburrados ficam meio atônitos, e, depois, deixam um sorriso nascer no rosto, acenando de volta e dizendo algo legal, como "Deus a abençoe!" ou "O mesmo para você!". É um truque muito legal, e talvez seja um estilo de vida muito maneiro, se você for uma maluca espiritual corno eu. Não é? Pois é." - página 44

Amber Appleton é uma personagem incrível. Ela, mesmo passando por um tremendo perrengue (estar morando [junto com a sua mãe e seu cãozinho] em um ônibus escolar), não perde a esperança e o seu otimismo. Está sempre ajudando as pessoas a sua volta e levando esperança para aqueles que já não tem mais ela [a esperança].

Com um jeito de falar único (No decorrer do livro Amber solta [nos finais de suas frases] vários “Sério”, “Não é? Pois é.” e “Juro” e costuma abreviar os nomes das pessoas a sua volta e também coloca apelidos nelas.) e uma fé inabalável por Deus e JC, a personagem vai ganhando o leitor logo nas primeiras páginas.

"Às vezes a gente tem que abstrair quando os adultos agem como adolescentes, porque isso pode ser lindo. Não é? Pois é." - página 76

A minha conexão com Appleton foi tão grande que quando aconteceu com a personagem a tal tragédia anunciada na sinopse eu tomei suas dores e passei a sentir tudo o que a personagem estava sentindo: Dor, Raiva, Sofrimento, Revolta, Frustração. Durante boa parte do livro eu fiquei bem para baixo e confesso: já estava até perdendo as esperanças e começando a acreditar que a personagem não teria um final feliz. Mas como na vida de qualquer um de nós, a trama narrada por Amber também possui surpresas e do mesmo modo que a personagem passou a renovar as suas esperanças e dar a volta por cima eu também voltei a ter e passei a acreditar que tudo ia se resolver.

Adoro as mensagens que Matthew passa nos seus livros e em “Quase Uma Rockstar”, uma das mensagens que mais gostei foi essa: Por mais que, no decorrer de nossas vidas, muitos queiram nos derrubar e acabar conosco, devemos nunca deixar de ter fé e esperança. Temos de acreditar que vamos conseguir superar tudo de mal que aconteceu com a gente. Em muitas vezes, isso é extremamente difícil, eu sei, mas não podemos deixar de lutar e acreditar que tudo vai ficar bem.

" A vida continua diz ele. Não importa se escolhemos aproveitá-la ou não. Então é melhor você achar um jeito de aproveitar as partes que pode. Não dá para simplesmente desistir de viver, Amber." - página 151

Eu sempre fui uma pessoa otimista, mas ultimamente andava meio “bugado”, sabe? Estava começando a acreditar que algumas coisas nunca iam acontecer em minha vida, mas com este livro as minhas esperanças renovaram e até aumentaram! Voltei a acreditar nos meus sonhos e a ser otimista. E isso é ótimo, pois no mundo em que vivemos, ser otimista é uma das melhores coisas a se fazer.

"(...) não importa quantas provas existam de que a vida não faz sentido, precisamos acreditar que sim, ela faz." - página 166

A resenha está ficando um tanto grande e bem pessoal, né? É que esse livro mexeu muito comigo... Mas vou voltar ao foco. Juro.

A escrita de Matthew Quick continua ótima e bem fluída, consegui concluir a leitura do livro em pouquíssimo tempo.

"Devemos considerar perdido todo dia em que não dançamos pelo menos uma vez. E devemos chamar de mentira toda verdade que não for acompanhada de um sorriso." (Nietzsche) - página 236

Os personagens são extremamente cativantes e bem construídos. Consegui gostar de praticamente TODOS os personagens do livro. Sério. Até os que apareciam raramente me conquistaram. Mas alguns roubaram a cena e merecem destaque nesta resenha: Bobby Big Boy (melhor cão do mundo. Sério.), Donna, Soldado Jackson, Padre Chee, Joan das Antigas, Ricky, Chad, Jared, Ty, o Velho Linder e as Divas Coreanas por Cristo.

Ah, a edição da Intrínseca também está incrível. Não encontrei nem um errinho (seja de revisão ou ortográfico) sequer no livro. A diagramação está muito bem feita e todo o trabalho gráfico do livro está impecável.

Com “Quase Uma Rockstar” eu ri, (quase) chorei, me comovi, diverti, emocionei, renovei minhas esperanças e pude constatar que Matthew Quick é o MEU AUTOR FAVORITO. Um autor que consegue passar para o leitor uma torrente de sentimentos como essa é merecedor desse título. Não é? Pois é.

"Talvez eu seja bizarra mas sou uma bizarra esperançosa, e tem coisa pior no mundo para ser. Não é? Pois é.
Eu espalho esperança.
Sou uma espalhadora de esperança.
Acho que é isso que faço livremente. E é por isso que ainda estou circundando a grande bola de fogo no céu. (é o Sol, cara!)." - página 254

Se você procura por um livro comovente, divertido, emocionante e marcante, “Quase Uma Rockstar” é a escolha certa. Você vai se apaixonar pelo livro, lamentar pelo seu fim e ainda vai querer mais. Muito mais. Sério.


Nota: 5 de 5 estrelas

61 Comentários

  1. Noosssaa, Tonyy ! Que resenha incrível, hein!?
    É muito bom ler livros que te provocam esse sentimentos de renovação e esperança.
    Adorei as características de personagens e não me senti sozinho por terminar frases perguntando e concordando comigo mesmo (Não é? Pois é). E o jeito que ela zoa a si mesma, como no último quote dá a entender um livro super divertido.
    Ainda não li nada desse autor. Preciso ler. Pra ontem.
    Amei tua resenha. Foi cheia de personalidade. Falar de livro que a gente gostou é muito bom, pois fica sincero e transmite as melhores mensagens.

    Abraço, Sumido (aquele emoji das unhas u_u)
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Markus! Ahhh obrigado! <3
      Sim, é muito bom mesmo! Eu me senti (ao terminar de ler o livro) renovado e com ainda mais esperança! ^^
      Pois é, o livro é bem divertido mesmo! A Amber é uma figura! rs
      Muito obrigado, fico feliz que você tenha achado isso da minha resenha! :)
      Haha você adora quele emoji, né? rs

      Excluir
  2. Oi Tony!
    Como sempre gostei da sua resenha. Amo seus detalhes e paixão quando fala de algo que gosta. Acho que esse livro tem uma história bacana, até me interessou por ela. No entanto, ao contrário de você, minha experiência com O LADO BOM DA VIDA foi péssima e eu fiquei sem querer ler outro livro desse autor.
    <\3
    Mas que bom que foi mais um livro proveitoso para você.

    Abração!!!
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego! Fico feliz que você tenha curtido a resenha! :) Nossa, sério que você teve um experiência péssima com O Lado Bom da Vida? :O Mas quem sabe você não acaba gostando de Quase Uma Rockstar?

      Excluir
  3. Oi Tony!
    Que bom que gostou desse! gostei muito de O Lado bom da vida e não vejo a hora de ler mais livros do Mathew, gostei da resenha!
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! O Lado Bom da Vida é muito bom, né? E Quase Uma Rockstar também! Espero que você leia e goste dele. Fico feliz que você tenha gostado da resenha! :)

      Excluir
  4. Oi Tony!
    Assim como você, eu também tenho altas expectativas para "Quase uma rockstar" por experiências prévias com o Mathew Quick. Dele, só li "Leonard Peacock" e gostei muito a ponto de todos os outros livros dele irem para a minha lista, independente de sobre o que forem, rsrs
    Como ainda não li "Rockstar", mas pretendo, não li sua resenha na íntegra para preservar as surpresas, mas gostei de saber que o livro não decepcionou você.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari! "Perdão, Leonard Peacock" é muuuuuuuito bom, né? Eu amei aquele livro! <3 E olha, assim como "Quase Uma Rockstar" me surpreendeu positivamente, acredito que ele também irá te agradar! :)

      Excluir
  5. Do Matthew eu só li "O Lado Bom da Vida", mas confesso que foi um dos melhores livros que já tive a oportunidade de ler. Não tinha ouvido falar desse ainda... Mas adorei sua resenha e fiquei super animada pra ler, Tony! P.S.: A capa é lindíssima, né?

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Augusta! "O Lado Bom da Vida" é um excelente livro, né? E "Quase Uma Rockstar" também! Creio que você vai gostar muito dele! :) Sim, a capa é muito linda! *-*

      Excluir
  6. O lado bom da vida não curti muito. Perdão a Leonard Peacock pra mim é uma das obras que mais gostei de ler na minha vida.
    Já este me interessou, e vendo que você gostou fico com mais vontade de ler.

    devoradores2livros.blogspot.com.br

    Um xero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Moises! Sério que você não curtiu muito O Lado Bom da Vida? Eu amei o livro! Perdão, Leonard Peacock é perfeito, né? E Quase Uma Rockstar é incrível, tenho certeza de que você vai amar o livro! :)

      Excluir
  7. Oi, Tony!
    Desde que conheci esse livro, num evento da Intrínseca, estou com muita vontade de lê-lo. Sou super fã do Matthew, e acho que essa será mais uma de suas incríveis histórias.
    Recentemente li "Perdão, Leonard Peacock", e gostei bastante. Tipo muito. Tipo melhor livro dele, lido por mim até agora. rs
    Então minhas expectativas pra essa obra estão gigantes, sua resenha só serviu para aumentá-las.

    Até mais,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Plinio! Eu também sou super fã do Matthew Quick! \o/ Sim, a história de Quase Uma Rockstar é INCRÍVEL! *-* Assim como todas do Quick. Perdão, Leonard Peacock é perfeito, né? :D E Quase Uma Rockstar também é. Tenho certeza que você vai amar o livro! :)

      Excluir
  8. Parabéns pela resenha, está ótima. Eu só li um livro do autor, O lado bom da vida e foi o que bastou para me apaixonar pela escrita dele. Ainda não conhecia esse livro dele, mas fiquei muito interessada. Deixei anotado aqui. Não tem P.S. hoje? hehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Muito obrigado! :) Ahhh O Lado Bom da Vida é incrível, né? Eu amei aquele livro! <3 E olha, Quase Uma Rockstar também é incrível! Creio que você vai amar o livro! :D
      Haha não, acabei falando muito, então não coloquei P.S! rsrs

      Excluir
  9. Oi, tudo joia?
    Que demais ficou essa edição. A editora caprichou. Faz poucos dias que vejo sobre esse livro no facebook, e estou com muita vontade de ler, ele conseguiu me deixar curiosa rs', ótima resenha;

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joice! Tudo joia e contigo? Sim, a edição está incrível! O livro é muito bom, creio que você vai gostar bastante de Quase Uma Rockstar! *-* Obrigado! :)

      Excluir
  10. Heey, Tony!
    Eu não sou muito fã do Matthew, mas Quase Uma Rockstar me parece ser bem interessante, adorei a premissa do livro e gosto de personagens como a Amber ^^
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! Sim, o livro é bem interessante! E a Amber é muito diva! <3 haha

      Excluir
  11. Oii Tony,tudo ótimo?
    Vi esse livro ontem na Americanas,como a minha situação financeira não anda nada bem,então apenas olho os livros mesmo rsrs.Mas quando melhorar vou levar esse pra casa,já tinha visto algumas resenhas,e depois de ver a sua fiquei com mais vontade ainda de ler.
    Algumas frases que você citou do livro até me inspirou para alguns desenhos <3
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Erika! Sim, tudo ótimo e contigo? Haha sei como é isso! rs Opa, espero que você leve Quase Uma Rockstar para casa mesmo! :) O livro é incrível! Ah, que legal! *-*

      Excluir
  12. Oi, Tony!
    Mesmo você elogiando bastaaante, eu não tenho vontade de ler este livro do autor. A premissa não me convence e acho que a leitura não será tão proveitosa para mim.
    Você realmente amou, hein? Senti suas emoções bem expostas nas palavras e só o fato de considerar o autor o seu favorito já é grande coisa.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leaandro! Ah é uma pena que a premissa do livro não tenha te convencido! :( Sim, de fato, amei o livro! :) Obrigado.

      Excluir
  13. Oiee
    Entendo perfeitamente a questão do "bugado", acho que preciso ler esse livro urgente. Gosto muito dessas histórias, onde a gente aprende lendo e tem uma espécie de ajuda a partir de personagens especiais. Gostei muita da resenha e dos trechos que usou ;p
    Beijinhos Screepeer
    screepeer.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ágatha! Que bom que você me entende. Eu também adoro histórias assim e essa é muito boa. MUITO BOA MESMO. Acho que você vai gostar do livro! :)

      Excluir
  14. Obrigada pela resenha Tony, sério!
    Ao contrário de você, tive uma ótima experiência com "O Lado Bom da Vida", mas me decepcionei um pouco na leitura de "Perdão, Leonard Peacock". E estou enrolando e adiando a leitura de "Quase uma Rockstar" com medo de me decepcionar de vez com Matthew Quick - essa seria a chance dele de desempatar e me fazer decidir se gosto ou não dele.
    Sua resenha me animou, e acho que vou gostar dessa leitura!
    Bjs *.*
    MaH

    O que disse, Alice? - www.oquedissealice.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, MaH! Ah de nada, estou aqui para isso! :) Sério que você se decepcionou com "Perdão, Leonard Peacock"? :O Eu gostei muito das três obras do Matthew publicadas aqui no Brasil e vou ficar torcendo para você curtir "Quase Uma Rickstar"! :)

      Excluir
  15. Oi, não consegui me envolver com " O lado bom da vida", mas a sua resenha me convenceu a ler esse livro! Já gosto de livros que me renovem as esperanças. Deve ser um livro pra levar pra vida, amei sua resenha,
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Débora! Fico feliz que você tenha curtido a resenha! O livro é de fato para se levar para a vida! <3

      Excluir
  16. Namoro esse livro faz um tempinho e quero muito ler ele, pois sempre leio resenhas e comentários positivos a respeito. Ou seja, vou compra-lo logo menos. http://luxuosoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Espero que você possa ler e gostar de Quase Uma Rockstar! :)

      Excluir
  17. Oi Tony,
    Ainda não li nada do autor, apenas assisti ao filme O lado bom da vida, mas com sua resenha fiquei muito curiosa para conhecer ele. Parece ser um autor que consegue realmente envolver o leitor na sua história e isso é ótimo. Adorei os quotes que escolheu principalmente aquele de dar um bom dia para quem esta de mau humor pensando em colocar em prática. Adorei a resenha.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa.
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raquel! Sim, logo nas primeiras páginas você já acaba se envolvendo com o livro! Ah esse é muito legal, né? Também adorei ele! <3 Fico feliz que você tenha curtido a resenha! :)

      Excluir
  18. Oi, Tony!
    Pela sua resenha você me deu inúmeros motivos para ler esse livro, principalmente a mensagem que ele passa, gosto de livros assim. Desde o lançamento ando curiosa, pois também gosto da escrita do autor. Enfim, você deixou minha vontade ainda maior, deu para ver muita verdade dos seus sentimentos na resenha, ficou show!

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wis! Nossa, que bom que te dei vários motivos para ler o livro! Se você curte a escrita do Quick, vai amar Quase Uma Rockstar! *-* O livro é incrível! Fico feliz que você tenha achado isso da minha resenha! :D

      Excluir
  19. Oi, Tony.

    Já tinha lido algumas resenhas sobre esse livro, mas não li nada nele e nem do autor. Fico na dúvida sobre livros tão dramáticos, mas sempre passamos por momentos em que eles são os melhores. Vou anotar essa dica e, futuramente, quem sabe, conferir!

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! Mas o livro não só se resume a drama, tem bastante humor também! Espero que você leia e goste de Quase Uma Rockstar! :)

      Excluir
  20. Oiiii,

    Eu já vi esse livro na livraria por um bom tempo, mas não sabia realmente do que se tratava. Eu adorei esse enredo, acho ótimo quando um autor consegue nos prender e nos supreender a cada obra. Não li nada dele, mas pelos seus elogios fiquei bem curiosa.
    Sua resenha está ótima!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! O enredo é bem bacana, né? Você devia ler algum livro do Matthew Quick, hein? O autor manda muuuuuito bem! Obrigado! :D

      Excluir
  21. É normal se sentir "bugado" haha vire-mexe vejo meus sonhos indo por agua abaixo, e é incrível como os livros conseguem mudar nossa forma de ver as coisas, né? Acredito que livros não sejam só cultura, eles vão muito além disso, conseguem mexer com nossa alma, puxar aquele "eu" que está escondido dentro da gente, nos faz até mesmo encontrar o caminho quando se está perdido em pensamentos e problemas sem solução. E enfim, vou parar de divagar haha sua resenha ficou ótima!! Só ouço comentários positivos a respeito dos livros desse autor, sem dúvidas preciso ler um dele logo *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha de "Segredos de uma noite de verão" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! É bem chato ficar assim, né? E sim, isso é muito incrível! Gosto tanto quando algum livro muda a minha maneira de pensar, agir e me faz ficar melhor do que eu estava enquanto o lia... Haha, adorei suas divagações! <3 Opa, fico feliz que você tenha curtido a resenha! :D O Quick é demais, espero que você possa ler algum livro dele logo! :)

      Excluir
  22. Olá!

    Adorei a premissa do livro! Achei bem legal o otimismo da personagem, mesmo vivendo em um ônibus escolar. Nunca li nada do Matthew, mas, se for pra começar, começaria com esse, O Lado Bom da Vida não me chamou a atenção. Sua resenha está ótima, parabéns!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamila! Pois é, mesmo vivendo em um ônibus escolar a personagem mantêm um otimismo bem bacana! :) Obrigado!

      Excluir
  23. Suas resenhas são tão ♥! hahaha

    Eu não curti O Lado Bom da Vida, achei muito pimpado, muito barulho pra uma história mais ou menos (no meu ponto de vista, claro). Apesar de não ter gostado de OLBDV, tenho muito interesse em ler Perdão, Leonard Peacock, o outro livro dele citado na resenha...já li muitas coisas positivas a respeito dele.
    Acho que a sua resenha é a primeira que eu leio sobre Quase Uma Rockstar! Não lembro de ter lido outra...gostei da mensagem do livro, dele fazer com que a gente sempre tenha esperança...fazer a gente sempre acreditar que algo melhor está por vir! Bacana isso!

    E parabéns pela descoberta! hahaha Agora você sabe seu autor favorito! hhahaha
    A minha é a Jojo Moyes! ♥

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Awwwn obrigado! <3 Sério que você não curtiu tanto O Lado Bom da Vida? Eu amei aquele livro! ^^
      Os dois são muito bons, tenho certeza que você vai curtir Quase Uma Rockstar e Perdão, Leonard Peacock! :)
      Sim, isso é muito bacana! :3
      Siiiiiiim, agora eu sei! :D

      Excluir
  24. Oi Tony!
    Estou passando por um momento que preciso renovar a esperança. Ser otimista é fundamental, mas alguns momentos simplesmente a fonte esgota e aí vem o problema. Onde encontrar forças e motivação para continuar? Gosto dessas leituras que nos traz ensinamentos de vida e saber que lá no fim do túnel pode haver uma luz para Amber me deixou aliviada rs, afinal todo mundo merece um final feliz. Final que nada, todos merecem uma vida feliz!!
    Adorei a resenha e a dica!
    Um abraço,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bárbara! Se você está passando por um momento onde precisa renovar a esperança, ler Quase Uma Rockstar será uma saiba decisão. Sério. E super concordo contigo: Todos merecemos uma vida feliz! :) Fico feliz em saber que você curtiu a resenha! :)

      Excluir
  25. Oi, Tony!

    Ainda não li nada do Matthew Quick, mas tenho muita curiosidade. De todos os livros, este foi o que mais chamou minha atenção. A personagem principal parece ter personalidade, além de ser cativante.
    É maravilhoso quando criamos tanta aproximação com o personagem, a história torna-se ainda melhor.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaela! O Matthew Quick manda muuuuito bem, certeza que você vai adorar os livros dele! ^^ A Amber realmente tem muita personalidade e é uma personagem incrível! :D

      Excluir
  26. Ollá Tony ^^
    Sempre leio incríveis resenhas sobre este livro e fico morrendo de vontade de lê-lo porem ainda não tive oportunidade :'(
    Me parece que apesar das desventuras que ocorrem na historia a personagem sempre tem uma positividade muito forte e isso me chamou bastante atenção.

    Beijoxx.
    http://maria-gabriely.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maby! Espero que você possa ler Quase Uma Rockstar em breve! O livro é muuuuuito bom! ^^

      Excluir
  27. Nossa Tony, amei tua resenha!
    Logo que este livro saiu eu já quis comprá-lo, mas 2 pessoas me falaram que ele era chatinho e acabei me influenciando e deixando-o para trás.
    Agora estou animadíssima de novo!
    Já voltou pra wishlist!
    Beijinhos
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice! Ahhhh fico mega feliz que você tenha curtido a resenha! :) Mas, gente! 2 pessoas te falaram que o livro era chatinho? Como assim? :O Espero que você possa ler o livro em breve e que goste dele! :D

      Excluir
  28. Gostei muito da sua resenha! Mas assim como aconteceu com a Alice, aconteceu comigo. Desanimei de comprar porque falaram que o livro não era bom. Adorei seu Blog!
    Beijos

    http://amoremprosaecia.blogspot.com.br/
    @rhadijapraia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Radija! Fico feliz que você tenha gostado da resenha e curtido o meu blog! :D

      Excluir
  29. Ola!
    Non conhecia esse livro mais parece bem interesante.
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijos.
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tudo bem? Fico feliz que você tenha curtido a resenha! :D

      Excluir
  30. Pois é Tony,
    Minha experiência com o Quick não é como a sua. Adorei O Lado Bom da Vida mas achei Perdão, Leonard Peacock tão chato e estereotipado, além de ser de muito mal gosto... Ainda não li Quase Uma Rockstar mas você me deixou com bastante vontade... vou acrescentar a minha interminável lista de desejos ^^

    Grande abraço!!!

    Leitor Antissocial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudi! Pois é, eu já sabia um pouquinho da sua experiência com o Quick... Espero muito que você leia e goste de Quase Uma Rockstar! ^^ Estarei torcendo para você ter uma experiência agradável com o livro! :D

      Excluir
  31. Oláá Tony, tudo bem??
    Então eu vou citar sua resenha em um post que vou publicar, se quiser dar uma olhadinha pode ficar a vontade! ;)
    Bjoos

    ResponderExcluir