Título: Toda Poesia
Autor: Paulo Leminski
Ano: 2013
Páginas: 424
Editora: Companhia das Letras
Sinopse: Paulo Leminski foi corajoso o bastante para se equilibrar entre duas enormes onstruções que rivalizavam na década de 1970, quando publicava seus primeiros versos: a poesia concreta, de feição mais erudita e superinformada, e a lírica que florescia entre os jovens de vinte e poucos anos da chamada “geração mimeógrafo”.
Ao conciliar a rigidez da construção formal e o mais genuíno coloquialismo, o autor praticou ao longo de sua vida um jogo de gato e rato com leitores e críticos. Se por um lado tinha pleno conhecimento do que se produzira de melhor na poesia - do Ocidente e do Oriente -, por outro parecia comprazer-se em mostrar um “à vontade” que não raro beirava o improviso, dando um nó na cabeça dos mais conservadores. Pura artimanha de um poeta consciente e dotado das melhores ferramentas para escrever versos.
Entre sua estreia na poesia, em 1976, e sua morte, em 1989, a poucos meses de completar 45 anos, Leminski iria ocupar uma zona fronteiriça única na poesia contemporânea brasileira, pela qual transitariam, de forma legítima ou como contrabando, o erudito e o pop, o ultraconcentrado e a matéria mais prosaica. Não à toa, um dos títulos mais felizes de sua bibliografia é Caprichos & relaxos: uma fórmula e um programa poético encapsulados com maestria.
Este volume percorre, pela primeira vez, a trajetória poética completa do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia. Livros hoje clássicos como Distraídos venceremos e La vie en close, além de raridades como Quarenta clics em Curitiba e versos já fora de catálogo estão agora novamente à disposição dos leitores, com inédito apuro editorial.
O haikai, a poesia concreta, o poema-piada oswaldiano, o slogan e a canção - nada parece ter escapado ao “samurai malandro”, que demonstra, com beleza e vigor, por que tem sido um dos poetas brasileiros mais lidos e celebrados das últimas décadas. Com apresentação da poeta (e sua companheira por duas décadas) Alice Ruiz S, posfácio do crítico e compositor José Miguel Wisnik, e um apêndice que reúne textos de, entre outros, Caetano Veloso, Haroldo de Campos e Leyla Perrone-Moisés, Toda poesia é uma verdadeira aventura - para a inteligência e a sensibilidade.
*Exemplar cedido pela editora

Difícil falar sobre "Toda Poesia". O livro que reúne todos os escritos poéticos do curitibano Paulo Leminski é extremamente complexo. Uma verdadeira obra-prima.


Como tenho certeza que não conseguirei passar toda a grandiosidade da obra e todos os sentimentos contidos nela nesta resenha, focarei apenas em comentar um pouquinho sobre cada livro presente nesta coletânea e dizer as poesias que mais gostei em cada um deles.

Quarenta clics em Curitiba (1976) 


O primeiro livro de "Toda Poesia" é "Quarenta clics em Curitiba". Ele é bem pequeno (tem só 12 páginas) e cheio de poesias curtas e diretas. Alguns dos versos falam sobre a vida, as pessoas, o ser humano e sentimentos diversos.

Poesias que merecem destaque: Gente que mantém, Hesitei horas, O olho da rua vê, Frutas que só ficam e Depois de hoje.

Caprichos & Relaxos (1983)


"Caprichos & Relaxos" acabou se tornando o meu livro preferido de Paulo Leminski. Nele pude perceber toda a genialidade do poeta, que nesta obra escreve desde poesias com uma construção mais clássica à poesias que mostram uma construção ousada, extremamente criativa e diferente de  tudo que já vi. Ah, os jogos de palavras feitos por Leminski nas poesias desta obra também são ótimos e geniais.

Poesias que merecem destaque: Contranarciso, Cesta feira, Desmontando o frevo, Quem nasce com coração?, O assassino era o escriba e todas as poesias da seção Sol-te.

Distraídos Venceremos (1987)


Em "Distraídos Venceremos", Paulo Leminski retoma a forma mais clássica de escrever poesias. Mesmo o livro sendo recheado de poesias mais "formais", há inovações aqui e acolá, como uma (ótima) seção dedicada a haicais e poesias que fogem do padrão.

Poesias que merecem destaque: Aviso aos náufragos, Por um lindésimo de segundo, Além alma (uma grama depois), Plena pausa, Sorte no jogo e todos os haicais da seção Kawa Cauim. 

La vie en close (1991)

 
"La vie en close" é o primeiro dos livros presentes em "Toda Poesia" que foi publicado após a morte de Leminski. Não gostei tanto do livro como gostei dos outros, mas ainda assim fiquei encantado com toda a graça e genialidade do poeta.

Poesias que merecem destaque: Estupor, Ímpar ou ímpar, Suprassumos da quintessência, Você está tão longe, Rumo ao sumo e O esplêndido corcel.

O Ex-estranho (1996)


Não sei muito bem o porque, mas o fato é que a leitura de "O Ex-estranho" me deixou bem melancólico. Esta reunião de poemas inéditos deixados por Leminski me tocou de uma forma única e foi nela que eu encontrei a minha poesia favorita do livro (nunca sei ao certo).

Poesias que merecem destaque: Já disse nós, Sei lá, Nunca sei ao certo, O que o amanhã não sabe e todos poemas da seção Parte de AM/OR.

Winterverno (2001)

 
Apesar de breve, "Winterverno" consegue ser marcante e encerrar a seleção de livros de Paulo Leminski com chave de ouro.

Poesias que merecem destaque: Tudo me foi dado, ÉEÉ, Em cima, Nada fica e Meu desejo.


Além destes livros, ainda há uma seção intitulada Poemas Esparsos com os poemas que faltaram ser publicados em "Toda Poesia", um texto sobre o lado cancionista de Leminski e uma apêndice com materiais que foram publicados originalmente nas edições dos livros presentes na coletânea.


***

Com uma edição perfeita e um conteúdo recheado de arte, bom humor e genialidade, "Toda Poesia" é um daqueles livros para serem lidos aos poucos. E para ser lido em todas as horas. Seja nas boas, nas ruins, nas tristes, ou nas alegres, o livro será uma excelente pedida, afinal tem coisa melhor do que estar na boa companhia das poesias e poemas de Paulo Leminski?

 
Nota: 


46 Comentários

  1. Oi, Tony!
    Recentemente eu li esse livro por causa do clube do livro que participo. O livro escolhido do mês foi esse.
    Não sou muito fã de poesias, mas curti algumas.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Eu curti quase todas as poesias do livro! hahaha

      Excluir
  2. Oi Tony

    As pessoas quase me matam quando du falo que não sou muito fã de poesia. Mas é claro que para toda regra há uma exceção e, no meu caso, essa exceção é o Leminski. Meu Deus, como sou apaixonada pelos escritos desse cara, um dos livros que mais queria ter na minha estante é o Toda Poesia. As coisas que ele escreve são simples, mas focam a gente demais, né?

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Hahaha que bom saber que você gosta de Leminski. "Toda Poesia" é muuuuito lindo! <3 Sim, exatamente! :)

      Excluir
  3. Oi Tony!
    Infelizmente, eu não sou uma fã de poesias. Vejo muitos elogios desse livro, mas não faz meu gênero, sabe?
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    P.S.: Assistiu Shadowhunter 01x02? Estou gostando hein? Só achei que a Clary não precisava se jogar tanto para cima do Jace, HAHAHA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra! Sei sim.

      Sim, também estou gostando! :) E super concordo contigo: Essa Clary tá muito atirada! rsrsrs

      Excluir
  4. Olá, Tony.
    Esse é uma das minhas leituras do momento. Na verdade, estou lendo faz tempo, pouco a pouco, para absorver bem. É um livro complexo, mas incrível.
    Estou adorando!
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcos! Sábia escolha, viu? O melhor a fazer com "Toda Poesia" é justamente isso: ler aos poucos. Obrigado! :)

      Excluir
  5. Oi, Tony!
    Não sou muito de ler poesia, mas um dos melhores escritores que eu já tive experiência foi Cruz e Souza. O cara é transcendental! A obra destaque dele, pra mim, é Últimos sonetos... é incrível, se não o conhece e gosta desse gênero, acho que deveria ler ;)
    Fico muito curiosa com o Paulo, acredito que ele realmente faz jus à fama que tem... espero poder ler algo dele em breve, vai que eu não me apaixono de vez pelas poesias?haha
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kathleen! Ainda não conheço a obra de Cruz e Sousa, mas tratarei de fazer isso em breve. Obrigado pela dica! :)
      Também espero que você possa ler algo do Leminski em breve! ;)

      Excluir
  6. Oi Tony!
    Não gosto muito de poesia, mas você falou tão bem deste livro que fiquei curiosa para conhecer. Cada palavra deve ser bem intensa!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dani! Sim, são todas muito intensas mesmo! :)

      Excluir
  7. Oie...
    Já faz um tempo que quero ler esse livro e a sua resenha agora me fez desejar ainda mais :)
    Já havia lido comentários de sua diagramação perfeita.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diane! Que bom que minha resenha tenha feito com que você ficasse mais interessada pelo livro! :)

      Excluir
  8. Olá, Tony!
    Adoro o estilo de poesia de Leminski. Me identifico bastante! E esse livro é muito lindo! :)

    Ps. Tá rolando promoção no meu blog. Confira. Super beijo!

    exploradoradelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iasmin! Sim, ele é muito lindo mesmo! <3

      Excluir
  9. Oi Tony !! Tudo bem ??
    Acredita que nunca li um livro de poesias ?? rsrs
    Menina desinformada, né ??
    Mas achei bem fofo e gostaria de ler !!
    Adorei a resenha !!
    Bjim

    Paty
    blogpatyrezende.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty! Tudo ótimo e contigo? Nossa, nunca? :O Espero que você consiga ler algum em breve.

      Excluir
  10. Olá,
    Já estou apaixonada por esse livro, quero um exemplar dele para ontem, meu deus. Sou doida pelo Leminski e sempre quis esse livro, vou solicitar independente de qualquer coisa. Não é sempre que vou ter acesso a todas as obras dele. Sensacional.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inês! O livro é incrível. Tenho certeza que você vai amá-lo! :) Solicite mesmo! ;)

      Excluir
  11. Não sou muito chegada em poesias, mas imagino o quanto o livro é bom!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Invisível", vem conferir!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Tony! Não gosto muito de poesias, confesso, mas acredito que esse livro deve ser incrível para quem gosta do gênero. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Tony
    Acredita que eu nunca li nada do autor??
    Fiquei super curiosa para ler algo dele, eu amo poesias e acho que eu iria curtir. Adorei o post.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oiee,

    Cara, nunca li nada dele... mas tenho muita vontade e curiosidade... as capas são lindas

    ResponderExcluir
  15. Olá, Tony.
    Eu gostei bastante da forma como você escreveu a resenha falando um pouco cobre cada livro. Mas infelizmente poesia não é minha praia, então esse é um livro que eu não leria.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Que bom que gostou, fico feliz em saber disso! :)

      Excluir
  16. Oii !
    achei bem interessante o livro e amei a capinha <3 esses dias eu estava procurando um livro para ler e acho que achei um depois dessa sua resenha, na verdade acho que achei os livros" kk beijão.

    Blog: seteprimavera.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabs! Essa capa é linda, né? <3 Ah, que bom saber disso! Acho que você vai amar o livro! :)

      Excluir
  17. Olá, Tony! Tudo bem?
    Tenho a impressão de que iria adorar esse livro, acho o máximo as frases desse autor.
    ÓTima resenha!
    Beijos,
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ani! Tudo sim e contigo? Também acho que você vai curtir o livro! :) Obrigado.

      Excluir
  18. Meu Deus, eu preciso desse livro pra ontem! Sempre achei a capa linda (e o preço um pouco salgado, hehe), mas depois que vi ele na lista de catalogados pro vestibular da universidade daqui... Senhor... estou louca pra lê-lo (por necessidade e por vontade ao mesmo tempo).
    Beijos!
    Maria - doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria! Espero que você possa lê-lo em breve e que goste dele tanto quanto eu gostei! :)

      Excluir
  19. Oi, Tony!

    Paulo Leminski é incrível. Adorei a proposta deste livro, especialmente por reunir todas as poesias dele - é ótimo jeito de conhecer melhor as obras do autor.
    A edição está linda mesmo e imagino quão difícil foi escolher um poema favorito, rs.
    Quero este livro para ontem!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaela! Pois é, ele é incrível mesmo! :) Hahaha verdade, foi bem difícil! XD

      Excluir
  20. Eu lia muito Leminski na minha adolescência, hoje em dia não costumo mais ler poesia, mas amava a escrita dele!
    Beijinhos,
    Alice
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice! Você devia voltar a ler poesia, hein?

      Excluir
  21. OIii!

    Tony, meu amigo adorou esse livro. Eu confesso que não sou muito fã do estilo, mas leio pois acho que as obras normalmente muito ricas. Gostei da sua forma de resenhar, completa e simples.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Sim, elas são de fato muito ricas! Fico feliz em saber que você gostou da forma que resenhei o livro! :)

      Excluir
  22. Oi Ton!
    Menino eu não consigo ler livros de poesia assim como um livro contando uma história. Vez ou outra leio uma ou duas e pronto. Ganhei esse livro no meu aniversário, em 2013 e não li todo ainda. Mas adoro os haikais dele, acho que é a parte que mais gosto.

    Abraço.
    Diego, blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Di! É bom fazer isso mesmo, pois você absorve melhor o conteúdo do livro! :) Os haikais dele são ótimos, né?

      Excluir
  23. Roubei esse livro da biblioteca do meu avô kkkkk Ainda não li, mas pretendo ler em breve! A obra parece ser simplesmente fantástica!
    ótima resenha! Beijos,
    Luana Agra - Blog Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luana! Espero que você leia ele logo e goste dele tanto quanto eu gostei.

      Excluir