Título: Na Própria Carne
Título Original: Sharp Objects
Autora: Gillian Flynn  
Ano: 2008 
Editora: Rocco 
Páginas: 300
Sinopse: Ex-crítica de TV da Entertainment Weekly, Gillian Flynn surpreende em sua estreia na literatura, no título Na própria carne, um romance policial com nuanças psicológicas recebido com entusiasmo pelo público e pela crítica dos EUA que prende o leitor do início ao fim. Na trama, a jornalista Camille Preaker é designada para cobrir o assassinato de duas pré-adolescentes na pequena cidade onde cresceu, e acaba reencontrando, após anos distante, a mãe neurótica e a meia-irmã que mal conhece. As poucas pistas da polícia a empurram para uma investigação paralela sobre a ação do suposto serial killer, que avança sobre os mistérios de Wind Gap, revelando segredos terríveis sobre a cidade, sua família e sobre sua vida.


Falar dos livros da Gillian Flynn é sempre uma tarefa difícil para mim. Como comentar a engenhosidade e a genialidade dessa autora sem soltar spoilers sobre os enredos de seus livros?
Como detesto dar spoilers, irei fazer essa resenha sem contar muita coisa sobre o enredo de "Na própria carne''. Vão por mim, quanto menos vocês souberem, melhor! 

Na sinopse que eu coloquei aí em cima já dá para vocês se situarem no enredo da história, mas vamos lá: Camille Preaker é jornalista e trabalha em um jornalzinho chamado Daily Post, na cidade de Chicago. Quando uma garota desaparece em Wind Gap (cidade natal de Camille) seu chefe (Frank Curry) a envia para lá, em busca de um furo de reportagens para seu jornal. Com o tempo, a garota desaparecida é  encontrada morta (com todos os seus dentes arrancados!) e toda a comunidade de Wind Gap começa a entrar em pânico, já que no ano passado uma outra garota foi encontrada morta com as mesmas características desse novo crime. Com isso, Camille é obrigada a permanecer em Wind Gap para concluir sua matéria e consequentemente, enfrentar seus fantasmas do passado. 



Gillian Flynn,  mais do que ninguém, sabe criar uma trama tensa e viciante que prende o leitor do começo ao fim. Eu fiquei literalmente preso a essa trama, passei noites sem dormir (tecendo mil e uma teorias) e a todo momento pensando na história de "Na Própria Carne". 

Quando li "Garota Exemplar" eu achava que a Gillian não ia conseguir me surpreender mais uma vez, mas ela conseguiu! E como conseguiu... Os seus personagens pertubados mais uma vez me deram medo, as suas reviravoltas mais uma vez me deixaram de queixo caído e eu me vi (mais uma vez!) querendo ler mais livros da Gillian Flynn... Para ser sincero, depois desse livro, eu cheguei a conclusão de que leria até a lista de compras de Supermercado da autora!

"Eu me corto, sabe? Também retalho, fatio, gravo, espeto... Sou um caso bem especial. Tenho uma razão. A minha pele, sabe, ela grita. É repleta de palavras - cozinhar, bolinho, bichano, cachos - como se uma criança da primeira série manuseando uma faca tivesse aprendido a escrever em minha carne.'' - página 75

A escrita de Flynn em seu livro estreia já se mostrava afiada e tensa. Tenso é uma palavra que descreve bem todo o livro... Tenso e Pesado, na verdade são duas palavras! rs Quero que isso fique bem claro: Os livros de Flynn são bem pesados! Em "Na própria carne", por exemplo,  há a brutalidade e violência contra crianças, há a automutilação da personagem principal (que escreve palavras Na Própria Carne) e outras coisinhas que acho melhor não falar... Mas isso (o clima pesado) não me incomodou tanto e na verdade é essencial para trama! 

Em "Na própria carne" há um número bem maior de personagens perturbados! Se em Garota Exemplar temos um, aqui temos três! A começar pela protagonista... Essa é uma característica que adoro na escrita da Gillian, os seus personagens são bem louquinhos! Mas ela consegue traçar seus perfis psicológicos muito bem e até mostrar o porque de eles agirem assim. Além disso, aqui a gente consegui adorar e torcer pela protagonista, mesmo ela sendo perturbada! Camille erra (no presente e no passado), mas quer mudar, quer se controlar (para não voltar a se automutilar)... isso foi algo que gostei muito na personagem e que me fez torcer por ela e sua felicidade a todo momento! 

"Estou aqui, respondi, e tais palavras tornaram-se surpreendentemente consoladoras. Quando entro em pânico, digo em voz alta para mim mesma: Estou aqui. Não costumo sentir que estou. Sinto como se uma acalorada rajada de vento pudesse me dissipar, e eu desapareceria para sempre sem deixar sequer uma lasca de unha. Há dias em que considero essa reflexão aquietante; em outros, ela me deprime." - página 118

Em suma, Na própria carne é um livro perturbador, tenso e viciante que irá agradar quem é fã de um bom romance policial e até (por que não?) fazer com quem não curte o gênero acabar gostando bastante dele!

Nota: 5 de 5 estrelas


52 Comentários

  1. Oie. Tudo bem?
    Bom, eu adoro esse tipo de livro, comecei a me apaixonar por esse tipo de livro quando li O Chamado do Cuco, não é parecido com esses tipos de livro, mas é interessante.
    Depois que li várias resenha de Garota Exemplar, fiquei super curiosa para saber como é e tudo que tinha acontecido. Se é tão bom quando garota exemplar, quero muito ler. E já entrou na minha lista de livros para 2015.
    Adorei a resenha, você descreveu bem todo o livro, me deu muita vontade de ler u3u.
    http://s-sessaoproibida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lunii! Tudo ótimo e contigo? Eu comecei a gostar de verdade de livros policiais com o Garota Exemplar! Olha, eu também tenho O Chamado do Cuco! Ainda não li ele, mas estou ansioso para lê-lo!
      Garota Exemplar e Na própria carne são muuuito bons! Leia eles, tenho certeza de que você vai gostar muito dos dois!
      Fico feliz que você tenha curtido minha resenha! :)

      Excluir
  2. Que capa é essa? tão diferente e ao mesmo tempo sombria e curiosa,sou louca por capas assim(a capa por si já convence o leitor a ler o livro rsrs).E o conteúdo do livro já me chamou bastante atenção,gosto de Romance Policial.
    Ótima resenha Tony.
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Erika! Haha essa capa é bem isso mesmo! Curiosa, diferente e sombria! O conteúdo do livro também é meio sombrio, viciante e muuuuito bom! Obrigado! :)

      Excluir
  3. Não conhecia esse livro, mas assim como Garota Exemplar, acaba de entrar em minha lista de desejados. Bela resenha, para ser sincero estava ansioso para ler sua opinião sobre este livro.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renato! Infelizmente, "Na própria carne" ainda não é um livro tão conhecido! Mas tanto ele, como Garota Exemplar são ótimos livros! Obrigado, fico feliz em saber disso! :)

      Excluir
  4. Que capa linda! Não conhecia esse livro, mas parece ser ótimo, já estou bastante interessa nesse e também no famoso Garota Exemplar. Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler os livros e conhecer a escrita da autora.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wis! Na própria carne e Garota Exemplar são dois ótimos livros, acho que você irá gostar bastante deles! Dê mesmo uma chance a Gillian Flynn, tenho certeza de que você não vai se arrepender! Os livros delas são muito bons! :) Fico feliz em saber que consegui aumentar sua curiosidade! haha

      Excluir
  5. Tony, não sabia desse livro dela, mas na hora que abri a resenha e vi GILLIAN FLYNN já anotei o nome do livro sem nem saber do que se tratava, haha.
    Garota Exemplar foi um livro que me deixou de ponta cabeça, passei dias engolindo aquele final até chegar a conclusão de que sim, eu achei genial e adorei.
    Pelo jeito esse é assim também. Talvez até mais tenso, pela temática que você falou que tem o.O
    E adorei o fato de você se preocupar em não dar spoilers, porque os livros dela são assim mesmo, se contar uma vírgula a mais, já era a surpresa.
    Quero muito!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teca! Hahaha é esse o efeito que a Gillian tem sobre nós, né? rsrs Olha, eu também cheguei a essa conclusão a respeito do final de Garota Exemplar: que o final do livro é genial e eu adorei ele! rs
      Sim! Na própria carne é bem tenso, mais tenso do que GE! :O
      Pois é, não é legal entregar muitas coisas a respeito dos livros da Gillian Flynn! O melhor é você saber poucas coisas e na hora de ler o livro, aproveitar as surpresas e reviravoltas! :)

      Excluir
  6. oioi *-*
    Sou apaixonada por romance policial, e lendo sua resenha fiquei muito curiosa para saber oque acontece no desenvolver da história, nunca li nada da autora, mas pretendo ler, já coloquei o nome do livro na minha lista, e adoro histórias assim sabe? investigação, Serial Killer, e tals, e pode ter certeza que eu também iria ficar horas e horas tecendo mil e uma teorias, referente a capa do livro eu achei simples, linda e intrigante, mas enfim, vou ler o quanto antes, beijos Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Sei sim, eu também adoro histórias assim! Olha esse Serial Killer dessa história é bem tenso, fiquei com bastante medo dele! kkk A investigação é bem instigante e faz com quê você não queira largar o livro! rs Sim, essa capa é bem bacana! Espero que você leia o livro e goste dele também! :)

      Excluir
  7. Nossa, Tony, a história é muito legal, aparentemente. Sei que não devemos julgar livro pela capa, mas essa capa também é um tanto chamativa, né? Eu compraria ele pela capa e acho que me surpreenderia pela história.

    http://www.pampilho-ordinario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luis! Olha, nesse caso eu julgaria e compraria esse livro só pela capa! rs Ela é bem chamativa mesmo! E o conteúdo é sensacional! <3

      Excluir
  8. Não conhecia o livro ainda, mas quando vi o nome da autora já me interessei. E pelo o que você disse na resenha, esse livro me pareceu ser ainda melhor do que o Garota Exemplar. Se der vou ler com certeza.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! A Gillian manda muito bem, né? Olha, tem vezes que eu acho esse livro melhor que Garota Exemplar, mas tem vezes que eu acho GE melhor que ele! rsrs Essa é uma "disputa" difícil, mas acho que Garota acaba ganhando!

      Excluir
  9. Sobre julgar o livro pela capa: pecado ou não, julgo sim. E essa, simplesmente amei, já o enredo me pareceu bastante envolvente, gostei muito de sua resenha. Ótima indicação de livro.

    Abraços!
    http://www.revolucaonerd.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Victor! Hahaha eu também julgo os livros pelas suas capas! rs E eu também amei a capa de Na própria carne! O enredo é bem envolvente e surpreendente! Obrigado, fico feliz que você tenha curtido a resenha! :)

      Excluir
  10. Sua resenha está super bem escrita - como sempre. Fiquei muito interessada na leitura, com certeza será uma das minhas próximas. Adoro seu blog! Um post mais criativo que o outro.
    Beijos,
    Vitoria.
    P.s: saiu um novo post da web Caso 54 - Tales lá no meu blog! Corre conferir: http://lonelyfireflies.blogspot.com.br/2015/01/web-caso-54-tales-capitulo-2-parte-1.html#.VMLP7vnxrvc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vitoria! Ah que bom ler isso, obrigado! O livro é muito bom, leia mesmo! Obrigado, fico feliz em saber que você curte o blog! :)

      Excluir
  11. Três personagens perturbados? Esse é fogo mesmo. Vi só o filme de Garota Exemplar e já fiquei boquiaberta com a protagonista, imagina com esse livro! Melhor nem pensar o que passa pela cabeça dessa autora hahahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O presente do meu grande amor", vem ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! É isso mesmo que você leu, TRÊS PERSONAGENS PERTURBADOS! KKKKK dá pra ficar boquiaberto com ela mesmo! rs Às vezes, Gillian Flynn me assusta! kk Mas eu adoro ela! <3

      Excluir
  12. Oi Tony, eu nunca li nada da autora mas tenho muita curiosidade em conhecer a escrita dela. Fiquei com muita vontade de ler esse livro, adoro livros pesados e tensos, tenho certeza que iria adorar esse também!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kétrin! Olha, os livros da Gillian Flynn são muito bons! Tenho certeza de que você irá gostar bastante da escrita dela! Se você curte livros pesados e tensos vai amar Na Própria Carne! :D

      Excluir
  13. Oi Tony,
    Adorei Garota Exemplar. Certamente um dos melhores livros que li do genero, e desde então a literatura policial tem me decepcionado bastante. Parece que nada alcança o mesmo patamar. Assim, é óbvio que estou louco para ler outro livro da Gillian Flynn.
    Perturbador, tenso e viciante é tudo o que um fã de literatura policial pode querer, né?
    Só estou aguardando a intrinseca lançar a nova edição desse livro (que ganhou o título de objetos cortantes).
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexandre! Também achei que Garota Exemplar foi um dos melhores livros do gênero que li! Sim, exatamente! E essas três características tem de sobra em Na própria carne!
      Ah, verdade. A Intrínseca vai lançar uma nova versão do livro... Espero que você goste de Na própria carne/Objetos Cortantes! :D

      Excluir
  14. Oi Tony, Como vai?
    A sua resenha ta muito boa e gostei bastante de sua opinião aproposito, o nome do livro é estranho mais a historia em si é otima[
    Abraços

    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro! Vou bem e você? Obrigado! Fico feliz em saber que você gostou bastante da minha opinião! O nome do livro é estranho mas tem tudo a ver com o livro! rs

      Excluir
  15. Oi Tony, adorei a resenha e já quero ler. Adoro livros com temáticas assim, hahah e quanto mais personagens perturbados, mais eu gosto, kkkkk
    Sou doida né? Já anotado =D
    Abraços
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gih! Que bom que você curtiu a resenha! Hahahaha eu também gosto de personagens perturbados, acho eles bem complexos! rs Espero que você leia e curta o livro! :D

      Excluir
  16. Oi Tony,
    Sempre li romances policiais, e sou fã. Tenho curiosidade em conhecer o trabalho dessa autora... que parece ser nova no ramo. Sua resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro, e a capa me chamou a atenção. Pena que é da Rocco :(
    Enfim...
    Ta rolando um desafio la no blog. Participe ;)
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/2015/01/desafio-vicio-em-tbr.html

    Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Plínio! Eu também sou fã de romances policiais! \o/ Olha, vale muito a pena conhecer o trabalho da Gillian, ela manda muito bem! Você não curte as edições da Rocco? Eu curto, mas enfim... Se você não curte, eu tenho uma notícia para você: A Intrínseca irá relançar esse livro com um novo título: Objetos Cortantes!

      Vou dar uma olhadinha lá no desafio! ;)

      Excluir
  17. Oi, Tony!
    Essa sinopse é o tipo que me deixa curiosa quanto ao livro. Gosto de romances policiais, e acho que iria gostar desse livro, me interessei bastante haha

    Beijos, Juliana!
    http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana! Haha verdade, essa sinopse deixa você muito curioso e com vontade de ler o livro! rs Se você gosta de romances policiais, vai adorar o livro! :D

      Excluir
  18. Oi Tony, obrigado por aumentar a minha lista de livros desejados... rss
    Cara tô muito curioso para saber mas sobre o livro e sobre esses nomes escritos na própria pele... (Como assim?) Ainda não li nada do gênero... esse sem dúvida me chamou muito atenção!

    Parabéns pela resenha!

    Abraços!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joanderson! Hahaha de nada! rsrs Olha só, a protagonista do livro se auto mutila, mas essa automutilação dela é diferente das outras! Em vez de só fazer cortes no corpo, ela escreve/talha palavras (palavras como: cozinhar, bolinho, bichano, cachos e muitas outras bem loucas!) na própria carne/pele! Obrigado! :)

      Excluir
  19. Olá, Tony.
    De cara tenho que confessar que julguei pela capa. Não esperava que o livro tivesse esse enredo e muito menos parecesse tão bom. A única coisa que me veio depois de ler a resenha foi: preciso ler. Já coloquei na minha lista de futuras leituras.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcos! Eu vi que você adicionou o livro lá no Skoob mesmo! Que legal, fico feliz que minha resenha tenha convencido você a ler o livro! Esse é sem dúvidas, um ótimo livro! Certeza de que você vai adorar ele! Obrigado! :)

      Excluir
  20. Não conheço - ainda - a autora mas já me apaixonei pela história. O enredo é sensacional, bem daqueles que prende o leitor até o último capítulo. Quero esse livro!!! hahaha.

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! Sim, o livro é exatamente assim! Prende o leitor até o último capítulo! Certeza de que você vai curtir a história! :)

      Excluir
  21. Preciso MUITO ler os livros de Gillian Flynn! Vi Garota Exemplar no fim do ano passado e já achei o enredo genial. Tocou na minha veia psicopata hahaha Esse tipo de trama psicológica está em falta no mercado e é meu gênero favorito D:

    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Larissa! Você precisa mesmo ler os livros da Gillian Flynn, a autora é genial! Hahaha a personagem de Garota Exemplar é bem louca, né? rsrs Verdade, esse tipo de trama está mesmo em falta!

      Excluir
  22. Ahhhhhhhh adorei!!!
    Gosto tanto de histórias assim!!!

    beijão ;*

    Isabella | http://isabellalessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isabella! Ah, que bom que você curtiu! Histórias assim são muito boas, né? :D

      Excluir
  23. Este livro é pouco conhecido infelizmente! Mas o conteúdo dele é demais, gostei muito da leitura!

    http://criativosounao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thales! Pois é, esse livro é pouco conhecido! Infelizmente... :/ Ah você já leu ele? Que legal! :D

      Excluir
  24. Obrigada pela recomendação, Tony. Rsrs!
    Suas resenhas têm o raro dom de instigar sem deixar incertezas (algo como uma situação real de "corra ou morra").
    Adoro policiais e gostei de "Garota Exemplar". Este: sem dúvida lerei.

    Beijos,
    http://cacofonia-aguda.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Agatha! De nada! Legal saber que minhas resenhas possuem esse dom! Leia "Na própria carne" mesmo! Acho que você irá adorar o livro! :D

      Excluir
  25. Parece bom. eu já leio imaginando que pode ser filme ueheuheuheu
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia! Hahaha eu também fiz isso a todo momento (enquanto lia o livro), ficava imaginando que poderia ser um (ótimo) filme! E olha só que curioso: O livro será adaptado! Só que irá ser uma série de TV e não um filme!

      Excluir
  26. Oi, Tony! Tenho muita vontade de ler Garota Exemplar e agora que li sua resenha já estou morrendo de curiosidade sobre Na Própria Carne. Amo suspense e acho que vou amar a escrita da Gillian Flynn, ela parece ser uma ótima autora. Parabéns pela resenha! Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Sim, a Gillian Flynn é uma ótima autora! Acho que você vai amar "Na Própria Carne" e "Garota Exemplar"! Esses dois são ótimos livros! Obrigado! :D

      Excluir