Oi, pessoal! Tudo bem? Então, dando uma olhada na lista de livros que quero/vou ler em 2015, percebi que haviam vários títulos nacionais e fiquei bem feliz com isso, pois a maioria dos livros que leio são de autores estrangeiros! Gosto bastante da literatura brasileira, mas acabo sempre lendo com mais frequência livros da literatura estrangeira (acho que isso também acontece com vocês, né?)! rs Mas em 2015 pretendo mudar isso e ler com mais frequência livros da nossa literatura brasileira!

Confiram a seguir, 10 livros de autores brasileiros que pretendo ler nesse ano de 2015:


1 e 2- Eu Me Chamo Antônio e Segundo Eu Me Chamo Antônio (Pedro Gabriel)


Sinopses:

Eu Me Chamo Antônio:  

Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada.

A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel. Em outubro de 2012, ele inaugurou a página Eu me chamo Antônio no Facebook para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia ponto no Café Lamas, um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro. Em seu primeiro livro, Pedro apresenta histórias vividas por seu alter ego, desde a cuidadosa aproximação da pessoa desejada, o encantamento e a paixão, até o sofrimento provocado pela ausência e a dor da perda.

Segundo Eu Me Chamo Antônio:

Alter ego do autor Pedro Gabriel, Antônio é personagem de um romance que ainda vai ser escrito. Enquanto não ganha as páginas, ele expressa, entre um chope e outro, seus sentimentos em ilustrações feitas em guardanapos de papel.

Em Segundo Eu me chamo Antônio, além de frases irreverentes e poéticas, o personagem abre para o mundo as páginas do caderno em que escreve fragmentos de textos alguns de seus pensamentos mais profundos e explora sua criatividade brincando com frases e esboços rabiscados nervosamente. A arte de Pedro Gabriel expande-se para além dos guardanapos em ilustrações inéditas que pontuam essa nova obra.


3- I Love New York (Teca Machado)

 
Sinopse:  

Alice cresceu apaixonada por Nova York. Mas sempre que tentava ir à Big Apple acontecia algo para atrapalhar seus planos. Quando um vídeo na internet fez com que ela virasse a piada de sua cidade e também do país, largou tudo e finalmente foi para Manhattan passar um tempo e tentar ser “esquecida por todos”. Estudando numa universidade americana, com novos amigos, um lindo namorado e um apartamento de cair o queixo, Alice pensou que tinha deixado o passado um tanto comprometedor para trás. Só que não foi bem assim que aconteceu. Ela não era mais anônima nem mesmo na nova cidade. 


4- Tempos Extremos (Míriam Leitão)


Sinopse:  

Quantos mistérios uma antiga fazenda perdida entre as serras das Minas Gerais pode guardar? Mistérios que chegam de forma inesperada, revelando passados diversos a uma família dividida por conflitos afetivos e políticos e ali sitiada por causa das chuvas. É o que Larissa, jovem deslocada entre os seus, descobrirá, em uma estranha jornada na qual perseguirá sombras e segredos para encontrar desejos autênticos e entender os próprios sonhos.

No primeiro romance da consagrada jornalista Míriam Leitão, o leitor não encontra espaço para respirar. É uma história de paixões extremas, sobre tempos extremos, urdida com sutileza e convicção. Uma viagem às vezes em quase delírio pelos flagelos da escravidão, no século XIX, e os subterrâneos do regime militar, no século XX.

A narrativa se passa no século XXI, mas as linhas temporais são rompidas. Assim, as paredes centenárias da fazenda, o cemitério onde eram lançados os negros que chegavam ao cais do porto do Rio de Janeiro à beira da morte, após a travessia do Atlântico, e as celas das prisões arbitrárias promovidas pela ditadura dialogam entre si quase como personagens, na busca por verdades escondidas.

No entremeio, as relações tormentosas entre pais e filhos e entre irmãos tecem uma trama densa e ousada que revisita passados que o Brasil tem preferido deixar acobertados pelo silêncio.


5 e 6- Fim e Sete Anos (Fernanda Torres)


Sinopses:

Fim:

O público brasileiro acostumou-se a ver Fernanda Torres no cinema, no teatro ou na televisão .Com 'Fim', seu primeiro romance, ela consolida sua transição para o universo das letras. O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas - festas, casamentos, separações, manias, inibições, arrependimentos. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um junkie que não larga os excessos de droga e sexo nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou sobrevida sexual com o Viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos - mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer. São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes. Sucesso na carreira, realização pessoal e serenidade estão fora de questão - ninguém parece ser capaz de colher, no fim das contas, mais do que um inventário de frustrações. Ao redor deles pairam mulheres neuróticas, amargas, sedutoras, desencanadas, descartadas, conformadas. Paira também um padre em crise com a própria vocação e um séquito de tipos cariocas. Há graça, sexo, sol e praia nas páginas de 'Fim'. Mas elas também são cheias de resignação e cobertas por uma tinta de melancolia.

Sete Anos:

Em 2010, Fernanda iniciou colaboração com o caderno Poder da Folha de S.Paulo. Sua missão era escrever sobre as eleições para a presidência. Muitos dos textos sobre política incluídos em Sete anos tiveram origem nesse período. Passadas as eleições, Fernanda passou a manter uma coluna mensal no caderno de cultura do mesmo jornal.

Mas há um texto inédito. É o pungente Despedida, que trata da morte de seu pai. Por pudor, Fernanda preferira não publicá-lo à época, mas agora decidiu compartilhar a experiência dolorosa com seus leitores.

As crônicas aqui reunidas foram escritas ao longo de sete anos e contam a história do meu noviciado, diz a autora na apresentação do livro. Desenvolver uma ideia dentro de um espaço determinado de linhas, falar de temas de interesse comum sem abrir mão do tom pessoal e dar valor à concisão são algumas lições que tomei do jornalismo.

Um ator, mesmo que a sós, em cena, carece de um aparato custoso para exercer seu ofício. Não é o que ocorre com o escritor, cujos limites são impostos apenas por sua capacidade de imaginar.

Poder escrever que vinte elefantes entraram em um quarto é uma libertação para alguém acostumado à rotina teatral, diz Fernanda. As letras têm me feito grande companhia.

Da plateia, os leitores agradecem.


7- Toda Poesia (Paulo Leminski)


Sinopse:

Paulo Leminski foi corajoso o bastante para se equilibrar entre duas enormes onstruções que rivalizavam na década de 1970, quando publicava seus primeiros versos: a poesia concreta, de feição mais erudita e superinformada, e a lírica que florescia entre os jovens de vinte e poucos anos da chamada “geração mimeógrafo”.
Ao conciliar a rigidez da construção formal e o mais genuíno coloquialismo, o autor praticou ao longo de sua vida um jogo de gato e rato com leitores e críticos. Se por um lado tinha pleno conhecimento do que se produzira de melhor na poesia - do Ocidente e do Oriente -, por outro parecia comprazer-se em mostrar um “à vontade” que não raro beirava o improviso, dando um nó na cabeça dos mais conservadores. Pura artimanha de um poeta consciente e dotado das melhores ferramentas para escrever versos.
Entre sua estreia na poesia, em 1976, e sua morte, em 1989, a poucos meses de completar 45 anos, Leminski iria ocupar uma zona fronteiriça única na poesia contemporânea brasileira, pela qual transitariam, de forma legítima ou como contrabando, o erudito e o pop, o ultraconcentrado e a matéria mais prosaica. Não à toa, um dos títulos mais felizes de sua bibliografia é Caprichos & relaxos: uma fórmula e um programa poético encapsulados com maestria.
Este volume percorre, pela primeira vez, a trajetória poética completa do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia. Livros hoje clássicos como Distraídos venceremos e La vie en close, além de raridades como Quarenta clics em Curitiba e versos já fora de catálogo estão agora novamente à disposição dos leitores, com inédito apuro editorial.
O haikai, a poesia concreta, o poema-piada oswaldiano, o slogan e a canção - nada parece ter escapado ao “samurai malandro”, que demonstra, com beleza e vigor, por que tem sido um dos poetas brasileiros mais lidos e celebrados das últimas décadas. Com apresentação da poeta (e sua companheira por duas décadas) Alice Ruiz S, posfácio do crítico e compositor José Miguel Wisnik, e um apêndice que reúne textos de, entre outros, Caetano Veloso, Haroldo de Campos e Leyla Perrone-Moisés, Toda poesia é uma verdadeira aventura - para a inteligência e a sensibilidade.


8- Rani e o Sino da Divisão (Jim Anotsu) 


Sinopse:

Quem não conhece bem Rani pode até achar que ela é uma adolescente comum, que mora em uma cidade do interior, acorda cedo para frequentar o ensino médio, e toca em uma banda de punk death metal com sua melhor amiga, Marina.
Só que sua vida começa a se distanciar totalmente da normalidade quando, um dia, ao ir para a escola, ela resolve cortar caminho pelo cemitério, onde vê um garoto estranhamente bonito, vestido com roupas coloridas e tênis fluorescente, que a olha de uma maneira intrigante. Mais tarde, para sua surpresa, ela descobre que Pietro é aluno novo em sua classe. Dias depois, ele revela a Rani que faz parte de uma turma de excluídos, chamados Animais de Festa, uma facção de jovens (e nem tão jovens) seres sobrenaturais. E mais: que ela deve se juntar a eles, já que é uma xamã adormecida que precisa de treinamento imediato, pois está sob a mira de Aiba, um xamã poderoso que se alimenta da força vital de seus semelhantes.
Cética mas curiosa, de repente ela se vê mergulhada em uma aventura com seus novos e estranhos amigos para encontrar o Sino da Divisão, o único artefato mágico capaz de derrotar o destrutivo e cruel Aiba.


9- Fazendo Meu Filme 1: A Estreia de Fani (Paula Pimenta)


Sinopse:

Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.

“Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. 


10- A Hora da Estrela (Clarice Lispector)


Sinopse: 

A história da nordestina Macabéa é contada passo a passo por seu autor, o escritor Rodrigo S.M. (um alter-ego de Clarice Lispector), de um modo que os leitores acompanhem o seu processo de criação. À medida que mostra esta alagoana, órfã de pai e mãe, criada por uma tia, desprovida de qualquer encanto, incapaz de comunicar-se com os outros, ele conhece um pouco mais sua própria identidade. A descrição do dia-a-dia de Macabéa na cidade do Rio de Janeiro como datilógrafa, o namoro com Olímpico de Jesus, seu relacionamento com o patrão e com a colega Glória e o encontro final com a cartomante estão sempre acompanhados por convites constantes ao leitor para ver com o autor de que matéria é feita a vida de um ser humano.


E aí pessoal, o que acharam dos livros? Vocês já conheciam os livros citados? Querem ler algum desses? Me contem tudo aí nos comentários! ;)


72 Comentários

  1. Queria ler pelo menos os Eu me chamo antonio. Vi várias fotos dele lá no Tumblr e ele aparenta ser uma gracinha

    http://www.pampilho-ordinario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luís! "Eu me chamo Antônio" parece ser muuuuuuito lindo! Já comprei ele e estou esperando ansiosamente a chegada dele aqui na minha casa! rs

      Excluir
  2. Oi Tony,
    Desses aí eu só li Eu Me Chamo Antônio e gostei bastante, já ouvi falar bastante de todos os outros mas que realmente quero ler é o Fim, da Fernanda Torres, vi a Nina falando dele em um vídeo e fiquei interessado, espero que consiga ler todos esses, e que nenhum te desaponte ;)
    Grande abraço!!!!

    href="http://leitorantissocial.blogspot.com.br/" target="_blank">Leitor Antissocial (não tenho certeza se esse negócio vais sair direito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É.... não saiu direito :p

      Excluir
    2. Oi, Rudi! Já comprei "Eu Me Chamo Antônio" e estou aguardando ansiosamente a chegada dele aqui na minha casa! rs Fim parece ser muito bom! Ele é um dos que eu mais estou ansioso para ler! Também espero que nenhum deles me desaponte! :)

      Ah, sem problemas! Eu conheço o endereço do seu blog de cor e salteado! ;)

      Excluir
    3. Até hoje eu não sabia como que fazia isso! rs Valeu por mostrar como que se faz, Mateus! rs

      Excluir
  3. Eu Me Chamo Antônio é uma das minhas metas de leitura esse ano,já vi várias resenhas positivas e me encantei logo de cara pelo livro.Gostei muito da sua lista,e também quero muito ler Fazendo meu filme.Mas estou morrendo de amores por Os sonhos de Rita que apenas mês que vem vai estar disponível para venda e já estou super ansiosa para garantir o meu rsrs.
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Erika! Eu também me encantei logo de cara por "Eu Me Chamo Antônio"! Já comprei o livro e estou esperando ansiosamente a chegada dele aqui em casa! rs Que bom que gostou da minha lista! Fazendo meu filme parece ser ótimo e ahhhh também estou ansioso para "Os Sonhos de Rita"! :D

      Excluir
  4. Tenho muita, muita vontade de ler 'Eu me Chamo Antônio", os outros não conhecia, mas adorei conhecer um pouco mais, beijos Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline! "Eu me chamo Antônio" parece ser ótimo, né? Estou doido para ler ele! Fico feliz que você tenha curtido conhecer os outros livros! :D

      Excluir
  5. Eu me chamo Antônio é um dos livros que eu quero mais ler esse ano, tanta resenha e indicação desse livro. Gostaria de ler todos, mais fazendo Meu Filme e 7 anos - Fernanda Torres me chamaram bastante atenção.

    novosromeus.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! Eu me chamo Antônio também é um dos livros que mais quero ler esse ano! Sete Anos e Fazendo meu filme parecem ser ótimos! :)

      Excluir
  6. uma seleção especial de autores! que legal, é bom valorizar a literatura brasileira
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaila! Sim, é muito bom valorizar a nossa literatura brasileira! :)

      Excluir
  7. Já li Eu me chamo Antônio, agora quero ler o segundo livro dele, Já li também Fazendo meu filme é uma história bem adolescente, porém é interessante eu gostei. Agora pretendo ler o livro da Fernanda Torres, ótimas escolhas. http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Eu ainda não li nenhum dos dois, mas desse ano não passa: Vou ler os dois! rs Fazendo meu filme parece ser legal e os dois da Fernanda são bem interessantes! Obrigado! :)

      Excluir
  8. De todos eu só li Fazendo o meu filme. Tinha muitas esperanças e acabei me arrependendo, achei o livro teen demais e com aqueles draminhas de as vezes dar nos nervos :( Lê dias perfeitos!!!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem tag nova de Cachorros Literários no blog, vem ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Vish, espero (diferente de você) gostar de Fazendo meu filme! Eu tava bem interessado em ler "Dias Perfeitos", mas li uma resenha bem negativa sobre o livro! :/ Mas quem sabe, né? Talvez eu dê uma chance a ele!

      Excluir
  9. Adorei suas escolhas! Na verdade quero ler todos esses, tirando A Hora da Estrela, que já li.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wis! Ahhh que bom que curtiu minhas escolhas! Fico feliz de saber que você quer ler todos (menos "A Hora da Estrela") esses livros também! :D

      Excluir
  10. Oi Tony!
    1e2 também quero muito ler, amo poesia tu sabes neh?!
    Tem um outro nacional que quero muito ler Que é "A menina do olho cor de cereja" do Tiago Rossi!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia! Sei sim! Pelo que conheço do trabalho do Pedro Gabriel, acho que vou amar esses livros dele! Creio que você também irá curtir bastante os livros! Não conheço esse livro, mas irei pesquisar sobre ele aqui! ;)

      Excluir
  11. Lemiiiiiiiiinski. Oh god, como não amar? Eu li uma biografia diferenciada dele e amei, Tony.Como você deve saber, Marcos está lendo esse livro e amando.
    Ah, Clarice é outro amor demais. Esse ainda não li, mas pretendo. Vou pegar emprestado com o Marcos quando for lá para o Rio passear hahaha

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia! Eu já li várias poesias dele e amei todas, quero muito ler essa coletânea dele! Pois é, eu vi que o Marcos está lendo "Toda Poesia"! Acho que ele vai fazer resenha dele depois, né?
      Hahaha "A Hora da Estrela" parece ser ótimo! Estou ansioso para lê-lo! :)

      Excluir
  12. Lemiiiiiiiiinski. Oh god, como não amar? Eu li uma biografia diferenciada dele e amei, Tony.Como você deve saber, Marcos está lendo esse livro e amando.
    Ah, Clarice é outro amor demais. Esse ainda não li, mas pretendo. Vou pegar emprestado com o Marcos quando for lá para o Rio passear hahaha

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  13. A Hora da Estrela irá ser meu primeiro contato com a Clarice Lispector, ainda não li nenhum livro dela e me sinto envergonhada por isto. I Love New York também é um livro que eu quero muito ler, parece ser ótimo. É sempre bom ler livros nacionais, né?! Nossos autores estão sempre ricos com histórias para nós e temos que valorizar cada vez mais eles!
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Haha eu também me sinto envergonhado por nunca ter lido nada da Clarice, mas pretendo mudar isso em 2015! A Hora da Estrela também será o meu primeiro contato com a autora! Sim, é sempre muito bom ler livros nacionais! :)

      Excluir
  14. Oi Tony, parabéns cara, são metas de livros brasileiros são ótimas, e acabei e interessando por vários desse.
    Abraços

    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro! Obrigado, fico feliz que você tenha se interessado por vários desses livros! :)

      Excluir
  15. Oi Tony, tudo bem??? Que lindo ver uma lista assim de nacionais, só faltou os meus, hahahhaha.
    Eu organizo as leituras assim: um nacional, um estrangeiro, um nacional, um estrangeiro. Assim consigo ler as séries e livros estrangeiros que eu amo também e consigo conhecer novos autores nacionais e levar novidades para o blog <3
    Desses, tenho vontade de ler o da Teca e do Jim.
    Abraços
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gih! Tudo ótimo e contigo? Haha verdade! Eu ia colocar os seus, o da Thati e alguns do Machado de Assis que também pretendo ler em 2015, mas a lista ia ficar muito grande então acabei tirando eles! rs Mas olha, não é porque tirei eles que não vou lê-los... Muito pelo contrário, continuo querendo ler eles todos! :D O da Teca e o do Jim parecem ser ótimos, né?

      Excluir
  16. Oi Tony!
    Eu não sabia que Sete Anos era um livro de crônicas. Me interessei.
    Gosto da capa de Fim, mas a sinopse não me desperta interesse.
    Até hoje li pouca coisa da Clarice Lispector. A Hora da Estrela é um daqueles livros da nossa literatura que todo mundo devia ler, né?
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariana! Pois é, Sete Anos é um livro de crônicas! Eu gosto muito de crônicas, então estou super ansioso para lê-lo! A capa de Fim é bem bacana, né? Verdade, A Hora da Estrela é um livro que todo mundo devia ler!

      Excluir
  17. Olá, Tony!
    Dos livros que voce citou, quero muito ler "Eu Me Chamo Antônio" e "A Hora da Estrela".
    Já li "Rani e o Sino da Divisão" e te garanto que é uma excelente leitura, pois o Jim Anotsu escreve muito!!

    Abraços!
    http://www.tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sávio! Esses dois parecem ser ótimos, né? Ah fico feliz ao saber que "Rani e o Sino da Divisão" te proporcionou uma excelente leitura! Espero que eu tenha a mesma experiência com o livro!

      Excluir
  18. Oii!!!

    Quero muito ler o livro da Teca, a história parece incrível e bem dinâmica, do jeito que eu gosto. Concordo que tenho procurado e conhecido mais escritores nacionais e isso me deixa feliz, pois temos de valorizar o que é daqui e que seja muito bom!

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliete! I Love New York parece ser muuuuito bom, estou ansioso para lê-lo! Pois é, também fico feliz de conhecer e ler mais livros de autores nacionais! :)

      Excluir
  19. Eu particularmente adoro os livros nacionais! Acredito que eles sejam muito mistificados hoje em dia e não recebem o crédito merecido. Tenho certeza que vai se apaixonar com a leitura deles!
    Parabéns pela organização e capricho com o blog! Adoro ficar por aqui. Sou sua leitora!
    Beijos carinhosos,
    Vitoria!
    P.s: saiu a nova parte da web Caso 54 - Tales, vem conferir! http://lonelyfireflies.blogspot.com.br/2015/01/web-caso-54-tales-capitulo-2-parte-2.html#.VMlhJ_nxrvc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vitoria! Eu também adoro livros nacionais e concordo contigo! Muitos livros não recebem o crédito merecido! Muito obrigado pelo carinho! Fico muito feliz em saber que você adora ficar por aqui! :D

      Excluir
  20. eu curtiria ler cinco desses dez livros! os do PG (pedro gabriel) eu comprei pra amigos, mas nunca pra mim! quero muito lê-los - eu leria outras 3 mais, porém estou com pensamentos diferentes para livros esse ano.. ótima lista, e espero que você leia outros mais - procure por ((Aluizio azevedo, "O Coruja" e "O Cortiço", ah e "Dom Casmurro" e "A Cor da Ternura" - são alguns dos nacionais que eu mais gosto e indico.

    gabryel fellipe - quimeras mirabolantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabryel! Os do Pedro são os que mais quero ler! Já comprei o primeiro mas ele ainda não chegou aqui! :/ Entendo... Olha eu tenho Dom Casmurro (e vários outros do Machado de Assis) aqui no meu celular! Os outros eu procuro depois... Obrigado pela dica! :)

      Excluir
  21. Toooony!!

    Otimos livros escolhidos... Eu tô cheia de livro nacional para ler, sempre são as minhas prioridades.
    Quero ler o Eu Me Chamo Antonio *-*
    Meu amigo adorou o livro do Leminsky eu ainda não li.
    Tenho vontade de ler esse livro da Paula, mas comecei pelo Apaixonada Por Palavras, ela é uma otima escritora *-*

    Espero que consiga ler todos

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Eu me chamo Antônio e Toda Poesia parecem ser ótimos, né? Ahhh eu quero ler vários livros da Paula, ela realmente parece ser uma ótima escritora! Também espero conseguir ler todos! :D

      Excluir
  22. Oi Tony, tudo bem?
    Adorei esse post!
    Eu me chamo Antonio é um livro que já quero ler há séculos, consegui comprá-lo esse dias, rs.
    Toda poesia já vi muita gnt falando e acabou despertando minha curiosidade, Paula Pimenta é outra que nunca li nada e preciso, o msm para a Clarisse Lispector!
    Beijos e ótimas leituras!
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Tudo ótimo e contigo? Que bom que você curtiu o post! Eu comprei "Eu me chamo Antônio" há (quase) duas semanas atrás, mas ele ainda não chegou! :( Toda Poesia parece ser ótimo e eu também não li nada dessas duas autoras, mas espero ler nesse ano!

      Excluir
  23. Oi Tony, como vai?
    Adorei saber que você lerá vários nacionais esse ano!
    Olha o livro da Teca ali <3 Terminei ele ontem...
    Ficou faltando adicionar "Ponte de cristal" para essa lista ficar ainda mais linda hahaha <3 (sou mãe coruja, oras!).

    Grande beijo ♥

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thati! Vou bem e você? Ah, estou doido para começar a leitura de I Love New York! Pois é, ficou faltando adicionar Ponte de Cristal! :/ Eu ia colocar ele e alguns outros livros nacionais que também quero ler, mas a lista ia ficar muito grande! rs Mas não é porque não adicionei eles que não vou lê-los, né? Muito pelo contrário, quero ler todos eles, incluindo Ponte de Cristal! Que parece ser ótimo! :3

      Excluir
  24. Oi Tony!
    Quero muito ler Eu Me Chamo Antonio, só vi resenhas positivas desse livro. Sem falar que é lindo neh? Fazendo Meu Filme é outro livro que quero muuuuito ler, ainda não consegui ler nada da Paula Pimenta e tenho muita curiosidade. Espero que esse ano eu consiga lê-los.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica! Sim, Eu me chamo Antônio é muito lindo! Estou ansioso para lê-lo! Até então, também não consegui ler nada da Paula Pimenta. Mas espero mudar isso em 2015! :)

      Excluir
  25. Toooony, sumido!!! Eu respondi uma tag lá no meu blog e indiquei o seu. Não gosto muito de tag porque precisa indicar as pessoas (mas amo ser indicado) e não é todo mundo que gosta delas. Caso você goste, confira ela lá no meu blog? Aqui está o link: http://www.pampilho-ordinario.com/2015/01/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luís! Pois é, estou meio sumido por causa do Desafio Literário de Férias! Por causa dele, estou a todo momento sem tempo de fazer nada! Muito obrigado por me indicar! Eu adoro tags e vou adorar fazer ela! Quando eu tiver com tempo eu respondo ela, tá? :)

      Excluir
  26. Oláá :D Eu me chamo Antônio parece ser realmente bom, assim como esses outros *-*
    A Hora da Estrela é um clássico kkk eu particularmente gosto, embora muitos odeiem :x
    ótimo post :)
    hipogrifos-atrofiados.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cynthia! Eu me chamo Antônio parece ser ótimo, estou ansioso para lê-lo! Verdade, A Hora da Estrela é um clássico! Espero gostar dele! rs

      Excluir
  27. Oi Tony! Tudo bem?

    Adorei os livros que vocé pretende ler *-* Dos nacionais eu também pretendo ler A Hora da Estrela, Eu Me Chamo Antônio e Fazendo meu filme! Ambos parecem muito bons! :3

    Além de Ponte de Cristal, Kitty e Enviada, que não podem faltar na minha meta ><

    Abs,

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jhonatan! Tudo ótimo e contigo? Ah esses livros parecem ser muito bons mesmo! Ansioso para lê-los! Também quero ler Ponte de Cristal! :D

      Excluir
  28. Oi Tony!

    Quero muito ler o livro da Fernanda Torres e da Paula Pimenta. Adicionei a minha meta também os livros da Rafaella Vieira. Ando em cima do muro com Eu me chamo antônio, vou esperar a sua resenha, quem sabe assim chama mais a minha atenção?

    Beijos!

    Cintia

    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cintia! Estou muito ansioso para ler os da Fernanda Torres e o da Paula Pimenta! Não conheço a Rafaella Vieira! :/ Tá ok, quando postar a resenha de Eu me chamo Antônio eu te aviso! ;)

      Excluir
  29. Oi Tony.
    Sabe que tem uns livros que pretendo ler esse ano, mas ainda nem organizei uma lista, mas já comecei a leitura rsrs.
    Já tentei ler Toda Poesia mas a leitura não funcionou comigo.
    Li Fim e adorei a narrativa da Fernanda, pretendo ler Sete Anos.
    Ah, Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta também está entre as minhas leituras para esse ano rsrs.

    Beijos.
    Leituras da Paty


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty! Haha sei como é isso! Vish, sério que Toda Poesia não funcionou contigo? Espero que o livro funcione comigo! rs Ah estou super ansioso para ler Fim! FMF parece ser muito bom! :)

      Excluir
  30. Minha meta de 2015 é ler mais livros de autores nacionais e os livros da série "Fazendo Meu Filme" estão nessa lista, sem dúvidas. Ouvi muitos elogios e espero algo realmente bom, apesar de tentar frear minhas - grandes - expectativas em relação a história, que é para não me decepcionar depois.
    "Rani" eu quero ler desde que a capa e sinopse foram reveladas. Me deixou bastante curiosa.

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Eu também sempre tento frear minhas grandes expectativas com os livros, para não me decepcionar depois! Espero que nenhum desses livros me decepcione! rs Rani e o Sino da Divisão parece ser ótimo! :)

      Excluir
  31. Oi, Tony!
    Assim como você acabo lendo mais livros estrangeiros do que nacionais, mas amo os nacionais <3 Acho essa capa de "I Love New York" lindaaaa. Tenho vontade de ler "Eu me Chamo Antônio", é um livro peculiar e interessante.
    Tenho "Fazendo meu Filme 01", mas não faço ideia de quando irei lê-lo. Até mesmo por já ter lido outro lido da autora e não gostado muito, então estou desanimada.

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sofia! Eu também amo os nacionais! <3 Sim, essa capa de I Love New York é muuuito linda! Estou ansioso para ler Eu Me Chamo Antônio, comprei ele há umas duas semanas mas o livro ainda não chegou aqui! :/ Espero que você acabe gostando de Fazendo meu filme!

      Excluir
  32. Aaah, Tony, QUE COISA MAIS LINDA MEU LIVRO ALI.
    Você é um doce!
    Espero de coração que goste do meu bebê.
    E eu também tenho procurado muitos autores nacionais. Percebi que a gente só lê estrangeiros, sendo que por aqui tem muita coisa boa.
    Hoje estou lendo o da Thati, Ponte de Cristal.
    As pessoas tem que ter mais atitudes como a sua com a literatura nacional.

    Divirta-se!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teca! Ah, obrigado! I Love New York será a minha próxima leitura! \o/ Estou ansioso para começar a lê-lo, acho que vou adorar a história! Quando eu ler ele vou resenhá-lo aqui no blog! ;)
      Esse da Thati parece ser muito bom, quero ler ele também! Tenho certeza que vou me divertir com esses livros! :D

      Excluir
  33. Olá

    Leio muito do Brasil. Gosto muito das poesias e crônicas, de prosa é o que eu por enquanto leio menos, mas em 2015 pretendo ler mais. Quero conhecer Clarice Lispector justo com esse livro também e ler os livros da Fernanda Torres que é uma atriz maravilhosa, como será que é como escritora? Já li Toda Poesia do Leminski e é divertido, reflexivo e incrível (caiu no meu vestibular haha). Adorei a capa de Rani e o Sino da Divisão, não conhecia o livro.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Matheus! Eu também gosto muito de poesias e crônicas! Estou bem ansioso para o meu primeiro contato com a autora Clarice Lispector! Pelo que ando lendo, parece que a Fernanda mandou muito bem em sua estreia na literatura! Toda Poesia caiu no seu vestibular? Que legal! haha A capa de Rani e o sino da Divisão é bem legal, adoro ela! :)

      Excluir
  34. Oi, Tony! Já me indicaram Fim, da Fernanda Torres, mas tenho certo receio de lê-lo, não sei se vou gostar. Tenho muita vontade de conhecer a escrita da Paula Pimenta e queria fazer isso através de Fazendo Meu Filme, que parece ser bem legal, mas acabei comprando Princesa Adormecida antes. Não sei quando vou ler, mas espero gostar, a Paula parece ser uma autora ótima. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Fim parece ser um ótimo livro! Pretendo começar a conhecer o trabalho da Paula pela série Fazendo meu filme, mas também tenho vontade de ler Princesa Adormecida e alguns outros livros dela também! :)

      Excluir
  35. Olá, Tony.
    Sou clariciana declarada e, apesar da qualidade e talento que vêm com o nome Lispector, recomendo fortemente a leitura da novela e outras obras (se, a essa altura, já não tenha lido).
    E Leminski é muito amor - digo apenas.

    Divirta-se com os livros, Tony,
    Beijos.

    http://cacofonia-aguda.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Agatha! Ainda não li nenhum livro da Clarice, "A hora da estrela" será o meu primeiro contato com a autora! Andei pesquisando sobre os livros dela e já me interessei por várias outras obras da autora! :) Curto muito as poesias do Leminski e estou ansioso para ler Toda Poesia! Obrigado! :)

      Excluir