Olá, pessoal! Tudo bem? Então, eu tenho uma novidade bem bacana para vocês: resolvi ressuscitar a coluna de Entrevistas daqui do blog! \o/

Nessa "primeira fase" da coluna, eu resolvi convidar os autores parceiros do blog para serem entrevistados. Todos, felizmente, toparam! Então resolvi fazer uma espécie de sorteio para decidir a ordem das entrevistas e mandar bala! rs

A princípio, haverá uma nova entrevista a cada semana com algum dos parceiros do blog. Depois, a coluna passará a ser postada periodicamente. Mas deixaremos o depois para depois e vamos focar no presente, não é?

O nosso primeiro entrevistado é o João Gabriel Brene, autor de "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" (clique aqui e seja redirecionado para a resenha do livro).

Confiram logo abaixo uma pequena biografia sobre o autor e em seguida a entrevista que fiz com ele:

Determinado a expor sua criatividade, a fim de promover o poder da imaginação, João Gabriel Brene, escreve e conta obras de ficção e aventura desde a infância. Formado em Design de animação, especializou-se em efeitos visuais e 3D, em Los Angeles Califórnia. Ao voltar ao Brasil se dedicou ao empreendedorismo, computação gráfica e seguiu sua carreira acadêmica buscando ampliar seus horizontes com um master em marketing e gestão comercial. JG Brene é amante da arte, fã de cinema e grande apreciador de vinhos e boa gastronomia.


1-  Primeiramente quero te agradecer por ter aceitado fazer a entrevista. Bom, por que não começamos a entrevista com você se apresentando para os leitores? Conta para a gente: Quem é João Gabriel Brene?

Desde cedo sempre fui fascinado por magia e aventuras, portanto muito sonhador, a imaginação sempre rolou solta, e sempre procurei um meio de transparecer meu mundo criativo. Por isso aos 7 anos de idade fui atrás de um curso de pintura, encontrei na pintura a óleo uma ótima maneira de exercitar minha criatividade, aos 8 anos fiz minha primeira Vernissage. Os anos passaram e cada vez mais me dedicava a outros meios de expressão artística e criação, em 2007 descobri o mundo do 3D, o qual me dediquei por alguns anos, fazendo um curso na área de animação gráfica e posteriormente uma especialização em Los Angeles, CA.
Atualmente trabalho com produções digitais multimídias, uma área bastante ascendente e interessante. Mas ao final de cada dia de trabalho percebo que ainda posso, quero e devo fazer mais. É essa vontade de criar que me faz escrever. Nunca fui apaixonado por nenhuma área específica, o que realmente amo é criar, e na literatura pude encontrar um mundo sem limites, quando escrevo, sou apenas eu e mais uma aventura.


2-  Todo leitor e escritor tem uma história sobre quando começou a se apaixonar pela literatura, certo? Qual a sua? Quando você se apaixonou pela literatura e decidiu que queria ser escritor? 


Não é lógico alguém nascer gostando de ler. Durante minha infância fui obrigado a ler alguns livros geralmente obrigatórios pela escola, nenhum título me agradava. No entanto certa vez um professor pediu a turma, que escolhessem qualquer livro da biblioteca e fizessem um resumo.
Ao chegar a biblioteca da escola decidi escolher o menor livro possível. Neste dia, porém uma amiga, Lilian Marinho, disse que eu era muito preguiçoso e logo me indicou alguns livros que talvez eu pudesse gostar.
Dentre os livros que encontramos na biblioteca, estavam os livros de do autor Thomas Brezina. Lembro que eu não conseguia parar de ler, no final acabei lendo a coleção completa do autor em poucas semanas. Depois disso comecei a ler cada vez mais, e logo entrei na onda de Harry Potter, onde não apenas encontrei uma história fascinante, mas encontrei magia e aventuras. Mesmo tendo me fascinado por literatura só comecei a pensar em escrever alguns anos depois, quando a primeira ideia surgiu na minha mente. Johnny Bleas.



3-  Como você vê o atual cenário literário brasileiro? Em comparação com o de alguns anos atrás, você vê melhorias nele? Ser escritor no Brasil continua sendo difícil?

Gosto de ser otimista em tudo, mas ser escritor no mercado brasileiro não é tarefa fácil. Deve-se acreditar muito em seu trabalho e ser persistente. Nós brasileiros ainda lemos muito pouco. Mas acredito que hoje existe um incentivo a leitura muito maior do que o de alguns anos atrás, contudo ainda podemos fazer muito mais.


4-  Você e vários outros autores costumam fazer parcerias com blogs, não é? Queria que você me contasse sobre o papel dos blogs literários na sua carreira como autor.


Atuo profissionalmente há alguns anos no mercado de produções e mídias digitais. Vejo todos os dias o exponencial crescimento no consumo por mídias sociais, blogs e internet como um todo. Quando pensamos em um produto atualmente falamos de um consumidor omni-channel, alguém que procura informações em diversos canais de informação. Os blogs literários tem sido, não somente um bom meio de divulgação, mas como também um meio de informar o leitor sobre a obra, o autor e o novo produto que irá adquirir.


5-  O mundo do seu livro “Johnny Bleas – Um Novo Mundo” é extremamente bem construído, a impressão que fica é que você pensou em absolutamente tudo na hora de cria-lo! Você poderia nos contar sobre como foi a construção de Asterium?


Quando comecei a criar Johnny Bleas, pensei antes no mundo que a história iria acontecer. Precisava entender o que era possível e o que não era. Precisava saber como esse mundo era feito, quem habitava ali, como a magia funcionava, como a geografia iria influenciar a história, o clima, e principalmente como tudo havia nascido. Foi então que comecei a rabiscar os primeiros mapas de Asterium, começando com a capital Forhcore, que estaria no centro por um motivo estratégico, já que nos tempos antigos haviam muitas guerras.




Criar Asterium foi fácil, tudo vinha muito rápido em minha mente. As ideias surgiam constantemente e tudo parecia fazer sentido. Para tudo havia uma explicação e como um quebra-cabeça eu apenas coloquei as peças nos lugares certos. Acho que poderia escrever um livro apenas sobre Asterium contando sobre suas características, vidas e aventuras.


6-  Qual a maior dificuldade em criar uma obra do gênero fantasia?


Ao criar uma obra de fantasia deve-se estar atento a todos os detalhes. Criar um mundo demanda tempo e imaginação. Tudo deve “fazer sentido” para o leitor e para o desenvolvimento do enredo. É comum esquecer alguns detalhes, mas se o autor for capaz de se organizar ele poderá alcançar um bom resultado com sua obra.


7-  Você gostaria de falar um pouquinho mais sobre “Johnny Bleas – Um Novo Mundo” e dizer por que as pessoas devem lê-lo? 


Em "Johnny Bleas - Um Novo Mundo", descobri um mundo mágico, cheio de mistérios e fantasias. Asterium, a dimensão onde a história se passa é um lugar onde sonhos não tem limites. Onde castelos, duendes e piratas são apenas o princípio.  Como autor, devo admitir que sou grande fã do enredo, não somente pelo mundo cheio de aventuras, mas descobri também que o livro me ensinava coisas extraordinárias a cada página. O livro 1 "Johnny Bleas - Um Novo Mundo", com certeza é indicado para todos os leitores, principalmente aqueles que ainda não tem o costume de ler, já que é um livro curto, de fácil leitura e intrigante.

8-  E sobre os seus próximos projetos? O que você pode nos contar a respeito deles?


Johnny Bleas é uma trilogia, o primeiro livro está publicado, o segundo está pronto, mas ainda em fase de revisão. Já o terceiro ainda estou nas primeiras páginas. Para os próximos meses minha atenção estará voltada completamente para esta obra. Contudo além de Johnny Bleas tenho um livro que comecei, mas ainda não terminei. O enredo de ficção, traz algumas experiências de vida de pessoas em diferentes lugares do mundo, com culturas e hábitos distintos, que por uma coincidência do destino acabam se encontrando em um momento crucial de suas vidas. Existem também outras ideias que escrevi, mas ainda não levei a diante, por falta de tempo. Como sempre digo, nada mais precioso que o nosso tempo.


9-  Por último, gostaria que você deixasse um recadinho para os seus fãs e leitores aqui do blog! Ah, e mais uma vez te agradeço por ter topado fazer a entrevista. Foi um prazer te entrevistar, João! :)


Sou eu quem gostaria de agradecer. É um prazer ter minha obra divulgada neste blog!
Aos leitores, deixo o convite para se aventurarem em Johnny Bleas. Meu objetivo é encantar os leitores e introduzir da melhor maneira possível este novo mundo de fantasias. Muito obrigado por entrar comigo nesta aventura. Abraço a todos!


João Gabriel Brene na web:

Site oficial: http://www.jgbrene.com
Facebook: http://www.facebook.com/joaogabrielbrene/
Twitter: https://twitter.com/jgbrene
Instagram: https://instagram.com/jgbrene/



E aí, gostaram da entrevista? :)

38 Comentários

  1. Olá, Tony! *-*
    Ai que massa que eu sou a primeira a comentar nesse post. Nunca aconteceu em nenhum dos blogs que visito. Deixando de lado essa piração ahaha, deixe me dizer que amei essa entrevista. :D Fiquei fascinada com os esboços, e que desde tão novinho ele pintava. Amo pinturas a óleo e essas coisas artísticas, também já tive minha cota de arte!! Gosto muito de gostar de autores brasileiros e o João parece ser bem legal! Fico cada vez mais ansiosa para ler sua obra. Identifiquei-me com um ponto do escritor: ele não gostava de ler livros grandes da escola. Os livros da escola quase sempre eram chatos para mim. Eu também não lia muito e nem gostava. Por alguns motivos, além da dificuldade de concentração que eu tinha.
    Mas enfim... Que massa esse post!
    Beijinhos *-*
    http://ninabprescott.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina! Hahaha pois é, você é a primeira! \o/ Fico feliz que você tenha curtido a entrevista! :) Os esboços dos mapas são incríveis, né? E o resultado final, então? MARAVILHOSO! *---* Pois é, o João é bem legal mesmo! E o livro dele é incrível! :)

      Excluir
  2. Heey, Tony!
    Adoro entrevistas, é sempre bom conhecer mais sobre os autores nacionais =)
    O João Gabriel parece ser uma ótima pessoa e também um ótimo escritor haha
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! Pois é, o João é uma ótima pessoa e um ótimo escritor! :)

      Excluir
  3. Oiii
    Demais a entrevista, parabéns!!
    Gostei de como ele começou a escrever o livro.
    Aliás a estória parece bem interessante!

    Beeijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raíssa! Obrigado! :) A história de Johnny Bleas é de fato, bem interessante! :)

      Excluir
  4. Oi, Tony!
    Que autor carismático! Adorei a entrevista.
    Eu conheci a obra dele através do seu blog. Parece ser realmente boa e como ele mesmo falou, pode vir a ser uma boa iniciação para as pessoas que não costumam ler.
    Aguardo as próximas entrevistas. ;)
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leandro! Pois é, o João é bem carismático mesmo! Fico feliz que você tenha curtido a entrevista! :) A obra dele é muito boa, vale a pena lê-la!
      Em breve elas serão postadas! :D

      Excluir
  5. Oi Tony!
    Ótima maneira de divulgar o trabalho dos autores parceiros. É sempre bacana saber mais sobre as pessoas por trás dos textos. Adorei o comentário sobre o livro ir ensinando a ele mesmo a cada página.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tony.
    Parabéns pela entrevista, está bem completa. Eu não nasci gostando de ler, mas quase hehe. Antes de aprender a ler eu já gostava de folhear HQs. E acho que o brasileiro está se dando conta de que nacional é bom sim, pelo menos isso era quase nulo alguns anos atras. Boa sorte ao autor e espero ganhar o livro para eu poder ler hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Obrigado! :) Eu também meio que comecei o meu amor pelos livros com algumas HQs. Ainda há muitas pessoas que desvalorizam a nossa literatura nacional, mas felizmente há também pessoas que estão se dando conta disso mesmo! :D Haha, boa sorte na promoção!

      Excluir
  7. Oi Tony!

    A maioria das pessoas mesmo começa a ler obrigado, aqueles livros mais chatos do mundo que fazem a gente ler na escola. Mas fiquei feliz ao saber que até o João Gabriel entrou na onda de Harry Potter (foi esse mundo que me fez ficar apaixonada por literatura). E concordo com ele quando disse que ser escritor no Brasil é difícil... A maioria não tem o reconhecimento que merece, infelizmente.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Pois é, sempre tem aqueles livros chatos do colégio! ¬¬ Mas felizmente também há alguns livros bons no colégio, foi lá na escola que eu descobri vários livros legais! :) E pois é, infelizmente, ser escritor no Brasil continua sendo difícil! :(

      Excluir
  8. Oi, Tony!

    Adoro entrevistas! São uma ótima maneira de conhecer mais sobre o autor e seus livros.
    Gostei bastante da forma com que o João criou o universo da história e do fato de que ele amar magia e aventuras. Fiquei muito curiosa para ler Johnny Bleas, pois fantasia é meu gênero favorito!
    Excelente estreia de coluna!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaela! Eu também adoro entrevistas! :) E olha, "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" é um excelente livro, viu? Eu adorei a obra! :)

      Excluir
  9. adorei a intrevista! quero muito o livro dele... Fantasia é o melhor gênero, estou muito curioso para ler esse livro!!!

    Arthur- literandototal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Arthur! Fico feliz que você tenha gostado da entrevista! :)

      Excluir
  10. Oi, Tony!
    Como gosto de conhecer nosso autores! Não conhecia o João, mas sua entrevista me permitiu descobrir outro autor talentoso. Gostei demais e muito sucesso!

    Beijo.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wis! Fico feliz que você tenha gostado da entrevista! :)

      Excluir
  11. Você Brilhou! Adorei as perguntas, são ótimas.
    O João é um querido, um cara admirável. Uma das coisas que mais me chamou atenção e me passou confiança em querer ler algo dele é essa 'versatilidade' que ele tem. O cara sabe pintar, parece ter ótimas formações e prova que sabe aproveitar tudo isso. Então fico feliz de tr conhecido ele através de você e ter ele como parceiro também.

    Mais uma vez parabens pela entrevista!
    Abraço, Ton.
    - Diego, Blog Vida e Letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego! Ahh, obrigado! :) Pois é, o João é um querido mesmo. Isso também me passou confiança, o cara tem uma versatilidade incrível! *---* Obrigado novamente! :D

      Excluir
  12. Oie, sou novata no seu blog e já amei o layout e alguns dos posts que li.
    Devo dizer que o livro Johnny Bleas - Um Novo Mundo entrou para minha meta de leitura de 2015.
    Muito bacana essa entrevista.
    Um grande abraço
    meu blog wtsnext.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sami! Ahhh fico mega feliz que você tenha gostado do meu blog! *---* E também fico feliz que você tenha gostado da entrevista! :)

      Excluir
  13. Adoreei a entrevista, ainda não conhecia esse autor! E o que ele falou é pura verdade, acho difícil as crianças começarem o amor pela leitura na escola onde só passam livros beeem antigos pra lerem, acredito que a vontade ou interesse tenha que vir da própria pessoa, só assim ela vai de fato gostar de algo

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O Despertar do Príncipe", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Fico feliz que você tenha curtido a entrevista! Pois é, também penso assim! :)

      Excluir
  14. Que entrevista bacana :)
    Adoro esses posts pra poder conhecer melhor os autores
    bj

    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jess! Fico feliz que você tenha gostado da entrevista! :)

      Excluir
  15. Olá, Tony. Tudo bem?
    Lembro que fiquei encantado com a edição e sua resenha sobre o livro deste autor. Foi muito bacana conhecer mais sobre ele. Que bom que voltou com as entrevistas.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renato! Tudo ótimo e contigo? Fico feliz que você tenha gostado da entrevista e de conhecer melhor o João! :)

      Excluir
  16. Oi Tony!
    O João é um artista desde novo :)
    Gostei de saber como foi o processo de criação do seu livro, ele parece ter muita imaginação para ter criado tão rápido!
    Sobre a questão da literatura no Brasil eu concordo com ele. Pesquisas apontam que, em média, o brasileiro lê 4 livros por ano... Mas vou te falar que ir na Bienal e ver taaanta gente buscando livros me deixou confusa quanto aos números. Acho que estamos caminhando, e é visível como os jovens estão adquirindo o hábito de leitura.
    Adorei a entrevista! Sucesso ao autor!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bárbara! Pois é, desde novo ele já era um artista! :)
      Sim, estamos caminhando... Lentamente, mas estamos caminhando...
      Fico feliz que você tenha curtido a entrevista! :D

      Excluir
  17. Olá Tony!
    Uau que entrevista incrível *0* Adorei conhecer mais sobre o autor e agora adoro ainda mais ele haha Depois da sua resenha do livro e essa entrevista, preciso ler o livro logo haha Me encantei com tudo!
    Beijos, Nathália
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath! Ah, fico feliz que você tenha achado isso da entrevista! :) Hahaha leia mesmo! "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" é incrível!

      Excluir
  18. TONYYYYY! Amei essa entrevista, tô totalmente convencido de que preciso LER AINDA ESSE ANO o livro. Achei incrível o fato dele ser design de animação, deve ter influenciado positivamente na história. Ahhhhh! Ansioso para comprar o meu exemplar.

    Abraços,

    http://paginou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alfrêdo! Fico feliz que você tenha curtido a entrevista! E olhe, leia o livro mesmo, hein? Tenho certeza que você vai amar "Johnny Bleas - Um Novo Mundo"! :)

      Excluir
  19. Ahhh MDS!
    Cada vez fico mais curiosa para ler este livro, vc tá querendo me matar de curiosidade né Sr. Tony Lucas? Que maldade u.u rsrss
    Agora falando 'sério', ameiii a entrevista e conheceer um pouquinho mais!
    Abraçoos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eloísa! Hahaha que nada, não quero matar ninguém não! rsrs Mas enfim, fico feliz que você tenha curtido a entrevista! :)

      Excluir