Título: O Filho da Natureza
Autora: Isis L. M. J.
Ano: 2015
Páginas: 208 (edição que recebi)
Sinopse: Você já ouviu falar em revanche? Não estou falando naquela segunda tentativa que os jogadores têm para ganhar um jogo, estou falando em pagar na mesma moeda. Quase como vingança, mas um pouco pior.
Em um passado não muito distante, a população da terra vivia feliz em uma era tecnológica magnífica; A cura do câncer foi descoberta, assim como a cura para outras doenças terminais; A criação de uma ração sintética comestível acabou com a fome; Aos poucos o crime e a pobreza deram lugar á uma sociedade mundialmente unida e próspera; Mas para se chegar nessa época foram necessários muitos anos de pesquisa, e testes e vários blá blá blás. Para que isso fosse possível eles usaram todos os recursos que tinham, incluindo os recursos naturais; Os rios estavam ficando cada vez mais poluídos, a radiação contaminou o solo, o carbono a atmosfera.
Eles pensaram que estavam matando a natureza aos poucos, e por um momento eles estavam certos até que um dia ela resolveu revidar e foi ai que os humanos pagaram um preço mais alto. Terremotos, furacões, tsunamis, tempestades violentas, todos juntos acabaram com a maioria dos trabalhos humanos e devastou muito mais da metade da população.
Os sobreviventes se ajuntaram nas cidades menos danificadas e tentaram reconstruir a sociedade.
Eu nasci nessa época.



"O Filho da Natureza" conta a história de Sam, um garoto de 19 anos que vive em um lugar chamado Nova América. Há 50 anos houve um evento chamado Devastação que acabou dizimando boa parte de população e transformando o mundo que as pessoas até então conheciam.

A ideia e a premissa do livro são ótimas, mas o resultado final que pude conferir tem um número considerável de pontos negativos. Números esses que fizeram com que eu tivesse uma experiência não tão agradável com "O Filho da Natureza".

Decidi dividir a resenha com os pontos negativos e positivos da obra:

Pontos negativos:

O protagonista é insuportável. Eu achava que já tinha encontrado personagens chatos na literatura, mas depois de conhecer Sam eu tive que rever meus conceitos. Qualquer personagem chato que você conhece ficará no chinelo se comparado com Sam. Sério, gente! O garoto não dá uma dentro. Ele tem 19 anos, mas age como se fosse um adolescente mimado de 13 anos. Faz cagadas (me desculpem o termo) o tempo todo e ainda tem a cara de pau de ficar se perguntando: "será que foi minha culpa?".

Sem falar que ele é muito burro. O garoto só toma decisões que nenhuma pessoa sã tomaria e além disso, ele não usa o cérebro em nenhum momento do livro. Sabem aquelas pessoas que só entendem uma piada horas depois de ela ter sido contada? Então, o Sam é uma dessas pessoas.

Se não bastasse tudo isso, ele ainda é revoltadinho. (INÍCIO DE SPOILERS:) Em um determinado momento do livro, o Sam descobre que não é filho de Adam e sim do irmão dele (no caso, o tio de Sam). E sabem o que o ele faz? Sai correndo feito um doido pelas florestas, batendo e matando quem vê pela frente. Eu até entendo que isso é algo revoltante, mas menos, né? Bem menos... (FIM DE SPOILERS)


A revisão do livro está péssima. O livro têm muitos (muitos mesmo) erros, o que atrapalhou bastante a minha leitura. Eu até entendo que esse é o primeiro livro da Isis, mas muitos erros poderiam ter sido evitados. Alguns são bem bestas (como a troca de letras em determinadas palavras) e com uma relida atenta da autora poderiam ter sido vistos e excluídos facilmente do livro.


Mais do mesmo. O livro é uma distopia e por causa disso, acaba lembrando várias outras já lidas por mim. Eu sei que é normal livros desse gênero lembrarem outros, mas a cada nova página lida de "O Filho da Natureza" eu lembrava de outras distopias como Jogos Vorazes, Sombras do Medo e A Caçada. Essa é outra coisa que poderia ter sido evitada. Algumas das coisas que fazem lembrar os outros livros (como a implicância do protagonista por um gato "diabólico" [beijos para Katniss e Buttercup]) poderiam ser retiradas facilmente que em nada prejudicariam o desenvolvimento da obra.


Pontos positivos:

Personagens secundários cativantes. O que o Sam tem de chato, os personagens secundários do livro tem de carisma. Ainda bem, né? Cat rouba a cena do começo ao fim e se tornou uma das minhas personagens favoritas! <3<3 Até Maria e Greg que aparecem pouco no livro também conseguem ser mais cativantes que o protagonista.


Inserção de ficção científica. Eu disse que em vários momentos o livro lembra outros, não foi? E isso é verdade, mas em um certo ponto da trama a autora insere elementos de ficção científica! *------* Eu não estava esperando por isso e confesso que gostei muito do que vi. A Isis inseriu poderes e seres geneticamente modificados em sua obra e conseguiu se destacar positivamente. Palmas para ela!


Como vocês puderam perceber, "O Filho da Natureza" tem mais pontos negativos do que positivos, o que é uma pena. Contudo, devo dizer que apesar dos pesares, eu consegui gostar do livro e até ficar curioso para ler os próximos (sim, o livro é só o primeiro de uma trilogia).

Agradeço a Isis (que é uma fofa) pela confiança em meu trabalho e peço desculpas por qualquer coisa. A minha intenção foi ser sincero e não desmerecer o trabalho de ninguém.

No mais, desejo muita sorte a autora que (pelo que soube) em breve terá seu livro publicado pela Arwen! :D


Nota: 2 de 5 estrelas


46 Comentários

  1. Oi Tony
    Gostei de sua resenha sincera, faz parte né. Nem sempre o livro vai nos agradar por completo, uma pena. Gostei de suas ressalvas negativas e positivas.
    Me chamou atenção que tem ficção científica nele, até fiquei curiosa para ler. E a capa tbm é interessante.
    Valeu a dica. Bela resenha!!

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa! Pois é, faz parte. Fico feliz que você tenha gostado da resenha! :) A inserção de ficção científica me agradou bastante! :D

      Excluir
  2. Primeiramente gostei da capa, e gostei da sua resenha, esse Sam é tribuloso neah, como se os outros tivesse culpa que ele é filho do tio, haha, beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carolina! Pois é, nem me fale nisso! O Sam é insuportável mesmo...

      Excluir
  3. Oi Tony!

    Acho que se você tem um blog, tem que ser sincero. Não adianta nada só especificar os pontos positivos da obra. A gente perde muita credibilidade quando não aponta os negativos também. Alguns deslizes são até aceitáveis quando se leva em consideração que a autora é iniciante, mas outros não: já li obras nacionais, de iniciantes, sem nenhum erro de digitação/ortografia. Isso conta muitos pontos comigo.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! É o que penso também, mas tem gente que não gosta quando somos sinceros, né? rs Pois é, também já li obras de autores iniciantes que tinham poucos (ou nenhum) erros. E nesse livro, os erros são muuuuuuitos, o que prejudicou ainda mais na minha experiência com ele! :(

      Excluir
  4. Helloo, Lucas! Tudo numa nice, cara?! *-*
    Você leu A Caçada?! Que lindo! Eu tenho esse livro aqui e amo. Li muito pouca distopia por causa desse fator copiamento e elementos já vistos anteriormente em outros livros. Sou bem seletiva quanto a esse gênero. Gosto muito de originalidade, mas leio clichês sem problema também. :)
    Não sei se você lembra da minha empolgação para ler o livro quando você anunciou a parceria aqui. No mesmo dia, de noite, fui começar a ler e então eu vi os erros e a falta de revisão. Sério. Tentei continuar, mas parei. Lembro que enquanto lia me perguntei se você iria comentar sobre isso. E está aí. Tenho um problema com falta de revisão. Eu fico lendo e corrigindo na cabeça as vírgulas, os pontos e tudo. Sou meio paranoica. Leio umas três vezes o mesmo post antes de colocá-lo no blog. Uma vez eu não fiz isso e depois fui ler e encontrei um erro, fiquei morta de vergonha e fui corrigir.
    Bem, eu decidi então esperar pela sua resenha que só me confirmou que não devo ler. Isso é triste porque gosto de gostar de literatura brasileira.
    Quando escrevi Efeito Dominó, há dois anos, achei que o livro estava ótimo e maravilhoso. Então comecei a escrever o segundo e ler mais o dicionário (porque leio o dicionário e ás vezes levo o troço pesado na bolsa aahaha) e vi que estava uma bosta. Fiquei com vergonha de mim mesma e apaguei. Acho que escrevi umas quatro vezes o livro antes de chegar aonde queria.
    Sou faladeira, né?! O comentário de ontem foi enorme! Acho que nunca fiz um comentário tão grande assim. Ocupou a tela toda do PC kkkkk. Bem, voltando ao livro. Os pontos positivos não foram suficientes para me fazer querer ler. Desejo muito sucesso para autora. Acho que quando a obra for publicada a revisão será feita e algumas coisas podem melhorar.
    Gostei da sua sinceridade. Amo isso!! *-*
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Alana! Tudo sim e por aí?
      Li sim! Amoooooo esse livro! <3<3<3
      Eu adoro distopias, mas detesto quando elas lembram muito outras, sabe?
      Eu lembro da sua empolgação sim e confesso que também estava bem empolgado para ler o livro, mas todos esses pontos negativos fizeram com que a minha experiência com o livro fosse bem ruim.
      Essa revisão me incomodou demais!!!!!! Eu ficava assim mesmo: contando mentalmente as vírgulas, pontos e tudo mais que faltava.
      E eu também sou assim: meio paranoico em se tratando de ortografia! O pior é que sempre deixo algum errinho passar em meus textos e nem percebo...
      Hahahaha não tem problemas, pode falar o quanto quiser! Amo comentários assim! <3
      Te entendo.
      Ah, fico feliz que você tenha gostado de minha sinceridade! :)

      Excluir
  5. Oiii

    Nunca li esse livro, nem conhecia essa estória.
    Para falar a verdade não me senti muito entusiasmada em ler.
    Parece uma ideia boa, mas que não foi tão bem desenvolvida...
    Mas gostei da sua sinceridade na resenha. Coisa que poucas pessoas tem a coragem de ser!

    Beijos! :)

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raíssa! Exato, o livro tem uma ideia boa, mas não foi tão bem desenvolvida. Ah, fico feliz que você tenha gostado da minha sinceridade! :)

      Excluir
  6. Oi ...
    Não conhecia o livro e infelizmente não me adaptei com a premissa :(

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Tony.
    Não conhecia esse livro ainda. Achei a capa bem bonita, mas parei por ai ao ler os pontos negativos. Protagonista intragável ninguém merece. E ainda colocaria não ser livro único como ponto negativo também hehe. Acho que vou passar essa leitura.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Pois é, ninguém merece um protagonista intragável e esse ultrapassa todos os limites de ser intragável! Hahahaha, tem isso também, né?

      Excluir
  8. Olá Tony
    Tudo bem?
    Gente a capa e me deixou curiosa,mas sua Resenha, deixou claro muita coisa, de cara a gente pensa, por que ela não colocou uma dos personagens secundários como principal né?tinha que ser o Burrinho do Sam?sabe posso sem sincera?eu não sei o que e pior o personagem principal ser um porre ou a historia ser um porre HAHAHAHHA, difícil hein? a ideia em si e realmente interessante mais to enjoada dessas lutas constantes pro sobrevivência sério, mas enfim tirando tudo isso kkkkkkkkk você arrasou Garoto, a Resenha esta Perfeita sem mais, Beijinhos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! ^^ Tudo sim e contigo? Pois é, eu fiquei pensando nisso o tempo todo... Se ela tivesse feito isso o livro seria bem melhor, certeza! Hahahaha eu até curti a premissa do livro, o que pecou foram esses erros mesmo. Ah, obrigado! Fico feliz que você tenha achado isso da resenha! :)

      Excluir
  9. Olá Tony !!
    Encontrei seu blog por acaso em um comentário de outro blog e quando entrei e vi os assuntos fiquei apaixonada *-*
    Já estou te seguindo hehe
    Falando deste livro apesar de todos os pontos negativos me chamou atenção. Acho muito importante dar uma opinião verdadeira sobre as coisas.
    Bjim

    blogpatyrezende.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty! Ah, fico feliz em saber disso! Obrigado por seguir! :) Que bom que apesar de tudo, você se interessou pelo livro! :D

      Excluir
  10. Olá Tony!
    Poxa, estava com altas expectativas, mas pelo visto tem muitos pontos negativos. Ainda bem que tem os positivos que salvam srsrs Gostei da resenha sincera! Mas irei ler para tomar minhas próprias conclusões.
    Beijos, Nathália
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath! Fico feliz que você tenha gostado da resenha. Ah, leia mesmo! Quem sabe você não gosta do livro? :)

      Excluir
  11. Oi Tony, tudo bom?
    Deve dizer que a capa desse livro é linda, mas fico bem triste em saber que há tantos pontos negativos. Odeio personagens chatos, simplesmente largo o livro na hora e não fico com nenhuma intenção de reler.
    Porém me identifiquei na parte de "só entende uma piada horas depois" isso é muito eu!
    Parabéns pela resenha, é ótimo ler uma resenha sincera nos dias de hoje.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bianca! Tudo ótimo e contigo? Eu também odeio personagens chatos! A minha vontade era a de fazer isso mesmo! rsrsrs
      Obrigado! :)

      Excluir
  12. Heey!
    Uma pena que o livro tenha tantos pontos negativos... Hoje em dia está difícil encontrar uma história original, viu.
    Quanto a revisão, acho que os livros devem ser feitos com mais esmero e carinho, é realmente desanimador ficar encontrando erros durante todo o livro =/
    Abraços!!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme! Pois é, é realmente uma pena... :( Nossa, bota desanimador nisso, viu?

      Excluir
  13. Oi, Tony!

    Nossa, quantos pontos negativos. Que pena!
    Para mim uma revisão mal feita já tira todo brilho do livro, sabia? Às vezes eu leio uns livros com uns erros tão absurdos que eu penso "gente, quem fez a revisão desse livro?".
    Sobre o protagonista insuportável...passo! Infelizmente não me interessei pelo livro.
    Mas desejo sucesso para a autora e que o próximo livro recebe uma maior atenção.

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Pois é, é uma pena mesmo! :( Sei sim, também costumo pensar assim!

      Excluir
  14. Oi
    A sinopse parecia interessante, mais depois que li sua resenha até desanima,
    Pena que o personagem é daqueles insuportável e irresponsável e pena que ele têm mais lados negativos do que positivo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise! Pois é, é uma pena mesmo! :(

      Excluir
  15. Resenha bem sincera sua. Gostei muito.
    O menino da capa parece com o Bruno Gagliasso hahahaha
    O nome do livro me chamou atenção mas depois da sua resenha, decidi deixar de maot
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Ah, fico feliz que você tenha gostado da resenha! :)
      Hahaha parece um pouco mesmo! rs

      Excluir
  16. Oi Tony!
    Que pena que você não gostou, eu adoro distopias, mas também está sendo difícil encontrar uma que inove.
    Desanimei de ler esse livro, ainda mais com tantos erros de português.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra! Pois é, é uma pena mesmo, né? :(

      Excluir
  17. Oi Ton!
    Acho a premissa desse livro interessante, eu gosto do que leio. Mesmo assim na minha primeira lida eu não consegui querer ler, apesar de ter uma ideia bacana. Difícil de entender, né? Sou um pouco confuso. Mas é isso. No próximo ela melhora. Sucesso para a autora.


    Abraço.
    Diego, Blog Vida & letras
    PROMOÇÃO rolando: www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Di! Nem é tão difícil entender rs Consigo te entender! rs

      Excluir
  18. Olá, Tony!
    Eu amo distopias, mas fico com muito receio quando alguém fala de alguma nova. Parece que ultimamente só se vê mais do mesmo, o que é uma pena. Há tanta coisa a ser explorada, a ser escrita ainda.
    Enfim, adorei o fato de você ter exposto os pontos negativos, porque muitos ficam com receio de fazê-lo, especialmente quando é um autor nacional, iniciante. Mas sua sinceridade foi um ponto-chave da resenha, que está ótima.
    Beijos, Bruna
    (oultimo-livro.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna! Ah, fico feliz que você tenha achado isso da minha resenha! :) Realmente, têm pessoas que tem receio em expor os pontos negativos dos livros...

      Excluir
  19. Oi Lucas! Nossa, pensei em ler essa resenha porque achei que seria ótima, rs, mas pelo visto não vou ler pois estou cansada de mais do mesmo.
    Parabéns pela sinceridade

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  20. Opa Tony, tudo bom?

    Rapaz, eu nunca tinha ouvido falar desse livro e posso dizer de primeira que: que capa bonita! Compraria somente pela capa, fazer o quê, hahahaha. Gosto do gênero abordado e tenho curiosidade em ver como a autoria criou este universo intrigante. Espero que me agrade mais do que te agradou, mas quando vejo péssimos protagonistas (em questão de chatice irreparável) fico querendo, pasme, jogar o livro pela janela. Mas não o faço, porque tenho mais juízo que provavelmente o Sam (risos).

    Obrigado por resenha tão esclarecedora e sincera, darei uma chance à leitura. Muito obrigado pelo post magnífico. Abração!

    Ewerton Lenildo - Viajante das Letras.
    viajantedasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ewerton! Tudo sim e contigo? Também espero que você goste mais do livro do que eu gostei dele. Ah, de nada! Estou aqui para isso! :)

      Excluir
  21. SAM, SEJE MENAS (sim, eu li a parte do spoiler pq não consegui segurar a curiosidade e tô rindo até agora do que ele fez). Esse menino conseguiu me superar, socorro! Olha, essa parte dos erros eu acho que a Arwen de boa corrige, não sei se acontecerá o mesmo com o incrível bom humor do menino Sam.

    xx

    Alfrêdo - www.paginou.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alfrêdo! Hahahaha cara, esse Sam é insuportável! Ninguém merece ele! hahaha Pois é, acho que Arwen de boa corrige os erros, já o Sam...

      Excluir
  22. Oláá Tony, tudo bem??
    Nossa que complicado, eu estava mega animada para adquirir o livro, mas perdi meu entusiasmo, pela sinopse e pela capa o livro parece incrível porém os pontos negativos que citou me faria não gostar a leitura, principalmente pela revisão, me á muita raiva e preguiça quandddo vejo erros durante a leitura, teno vontade e abandonar (sériooo).
    Enfim, parabéns pela sinceridade!
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eloísa! Tudo ótimo e contigo? Pois é, também me dá muita raiva e preguiça quando eu vejo muitos erros de revisão em um livro! :( Obrigado! :)

      Excluir
  23. Tony, vim conferir a sua resenha depois que me deparei com o livro na sua retrospectiva literária. Já existe uma distopia com inserção de seres com poderes e tudo mais... Inclusive, é uma das minhas favoritas: Estilhaça-me! Leia quando puder. É uma saga que ou você ama (o que é o meu caso), ou odeia, rs!!!

    Beijo grande! ♥

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thati! Nossa, não sabia disso! Já vou anotar a dica aqui, quem sabe eu não gosto, né? :)

      Excluir