Título: Herobrine - A Lenda
Autores: Pac e Mike (com Gustavo Magnani)
Ano: 2016
Páginas: 216
Editora: Geração Jovem
Sinopse: O TazerCraft é um dos maiores sucessos da internet brasileira. Trata-se de um canal no YouTube que mobiliza milhões de jovens, diariamente, em histórias que prendem até o último segundo. No total, são mais de 1,5 bilhão de visualizações, sendo 20 milhões da série “Herobrine: a lenda”, 4,5 milhões de inscritos e uma aventura que não poderia ficar restrita apenas às telas dos computadores. Por isso, essa webserie (e filme) ganhou livro, para contar, com mais profundidade, com novos acontecimentos, com muito mais batalhas e emoção, uma história cheia de tensão, reviravoltas e o melhor ingrediente do mundo: aventura! Sem perder o charme dos vídeos e o conhecido jeito irreverente de Pac e Mike. Para melhorar, a dupla mostrou todo o talento num texto leve e empolgante, que envolve o leitor da primeira até a última página. Em Herobrine: a lenda, o amado quarteto está de volta: Felipe, Peter, João e Victor! Os quatro amigos viverão uma aventura que nem o mais crente dos habitantes de Mine poderia imaginar. Para os fãs, a edição conta com mais 30 ilustrações impressionantes que fazem os personagens saltarem – literalmente – no decorrer do livro.

*Exemplar cedido pela editora 

Acredito que não faço parte do público alvo de "Herobrine - A Lenda". Não conheço/gosto de Minecraft nem nunca assisti vídeos do canal TazerCraft. Contudo, resolvi dar uma chance para a obra, já que a sinopse prometia uma história "cheia de tensão, reviravoltas e o melhor ingrediente do mundo: aventura".


O livro pode até ter tudo isso, mas é tão bobo que não conseguiu me convencer ou empolgar. O bobo ao qual me refiro é no modo como tudo é conduzido na trama: com uma certa infantilidade e inverossimilidade.

É inusitado querer ver cenas verossímeis em uma obra de ficção que possui elementos de fantasia, mas há autores (Jim Anotsu, Cassandra Clare, George R. R. Martin...) que conseguem fazer isso com facilidade.

 
Além disso, há o principal fato que me incomodou: a falta de uma boa construção e um bom desenvolvimento dos personagens da obra. São quatro protagonistas (Felipe, João, Peter e Victor), mas todos são muito parecidos e agem de forma parecida, o que torna difícil saber quem é quem. O único que consegui diferenciar dos demais foi Peter (melhor personagem do livro). Agora os outros três... Nem me perguntem quem é quem porque eu não sei.

Ainda sobre os personagens, há outra coisa que me deixou extremamente incomodado: o modo de agir/pensar dos mesmos. Eles são adolescentes de 17 anos, mas agem como crianças de 10/11 anos de idade. Até entendo que tal forma de agir seja pra se adequar ao gênero do livro (infantojuvenil) mas fica difícil de acreditar que um adolescente normal agiria de forma tão infantil.


Para não dizerem que só falei mal do livro, vamos aos pontos positivos dele: há uma série de referências à cultura nerd/pop/geek. Quem me conhece sabe que amo referências, então devo dizer que ficava extremamente empolgado quando os personagens falavam de Deadpool, Homem-Aranha, Star Wars e entre outras coisas.

Há também a edição do livro, que está linda. A capa é bem colorida e casa perfeitamente com a história. A diagramação é ótima e as várias ilustrações presentes no decorrer da trama só tornam a experiência com o livro ainda melhor.

Mesmo com os pontos negativos, "Herobrine - A Lenda" é sim um bom livro. Ideal pra quem curte games e livros com uma pegada mais infantil/juvenil.


Nota:



36 Comentários

  1. Oi, Tony!
    Com certeza eu não pertenço ao público destinado esse livro. Por isso, vou passar a dica.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Acho que faz bem em fazer isso, viu? rs

      Excluir
  2. Oi Tony,
    Ixi, nem conhecia esse canal, não sou muito ligada a essas coisas.
    Acho que não vou gostar da história, mas a edição parece estar bem legal.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ale! Então somos dois! rs E sim, a edição tá bem legal! :)

      Excluir
  3. Uma pena que seja tão infantil, acho que a gente não é o público alvo nesse caso mesmo haha.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Tony.
    Confesso que nem sei quem ou o que é Minecraft hehe. Acho que esse livro não é para mim. Não gosto desses cabeções ai das ilustrações não e ainda mais depois de suas críticas negativas, não quero ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Eu também não sabia! hahahaha É, melhor você não ler mesmo! rs

      Excluir
  5. Tony, seu sumido!

    Não gosto de livros nesse estilo, e vejo que agora nada me chamou a atenção nele. Mesmo se a resenha fosse completamente positiva, confesso que esse estilo nào é muito o meu.

    Abraços!

    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tony!
    Este livro também não faz meu estilo. Não gosto do jogo haha Tomei agonia por causa do meu primo haha Mas, parabéns pela ótima resenha crítica!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath! KKKKKKKKK morto com seu primo! E obrigado! <3

      Excluir
  7. Olá, Tony! Que livro engraçado, só pelo fato das pessoas estarem tão fissuradas por youtubers e os jogos do momento, no caso Minecraft por ser de um público muito abrangente, apesar da maioria ser infantil. Apesar da resenha positiva, decido passar o livro :c

    Beijos,
    Carol | Espilotríssimo
    http://carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Tony!
    Não vejo nada de estranho em querer encontrar verossimilhança em uma obra de fantasia. Apesar dos elementos fantásticos, é preciso que aquele mundo faça sentido, que encontre um sentido dentro da sua fantasia. Dos autores que você citou como exemplo não conheço nenhum, mas HP me vem imediatamente a mente como uma obra que consegue isso.
    Poxa...personagens que parecem ser todos iguais é a pior coisa em qualquer história. Se os personagens não tem personalidade, de que jeito uma trama irá se sustentar?
    Menos mal que, apesar dos pesares, havia alguns elementos positivos também.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari! Sim, era exatamente isso que estava falando! E isso dos personagens foi muito tenso, viu? :/

      Excluir
  9. Oi Tony.
    Não li esse livro, nem queria, antes mesmo de ler sua resenha hahaha
    Imagina agora.
    A pior parte para mim é, além do enredo fraco, o fato dos personagens serem tão ordinários a ponto de não serem distinguíveis.

    A propósito, parabéns pela resenha.

    Abraço.

    http://colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alana! É, isso é muito tenso mesmo. Obrigado! <3

      Excluir
  10. Oi, tudo bem? Antes mesmo de ler sua resenha já estava super interessado por esse livro só pela capa, depois que li o post todo fiquei mais interessado ainda haha já quero ler, parece ser ótimo!!

    www.robsonvascovith.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Robson! Tudo sim e contigo? Que bom, fico feliz em saber disso! :)

      Excluir
  11. Oi Tony,
    Meu primo tem um livro nesse estilo, não passei das dez páginas..não entendi nada hahaha é um assunto que não é pra mim. Mas curti a capa e sua resenha.

    tenha uma ótima terça =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana! O mesmo aconteceu comigo, mas insisti e fui até o final! haha Que bom, fico feliz em saber disso! :)

      Excluir
  12. Oi, Tony!! Tudo bem??
    Pelo livro ser de um gênero que atrai mais crianças e pré adolescentes, pode ser que não atraia muitos olhares adultos. Eu, por exemplo, seria uma das que não curtiria. Pela sua resenha, deu para ter uma ideia do livro. Sabe aqueles do Rezendevil? Sò vejo crianças lendo, não sei se você gosta, mas é por causa do gênero msm rsrs Bjs,

    www.estranhoscomoeu.com
    PROMOÇÃO ROLANDO --> http://estranhoscomoeu.com/2016/07/28/concurso-cultural-ganhe-um-livro-de-jamie-mcguire/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Tudo ótimo e contigo? Ah, sei qual é esse sim. Nunca tive interesse em lê-lo também! :/

      Excluir
  13. Oi Tony!

    A edição parece ser linda mesmo, as fotos estão muito bonitas. Sempre achei que deveria dar uma chance ao mundo do Minecraft, mas acho realmente que tb não vou curtir muito....

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi! É, mas quem sabe você não gosta, né?

      Excluir
  14. Oi, Tony.
    As ilustrações desses livros é a melhor parte.
    Não sou o maior fã desse tipo de livro, mas meu afilhado iria adorar.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  15. Oi, Tony

    Acho que justamente por você não ser público-alvo que você teve esses "problemas" com a narrativa. Uma pena isso ter acontecido, pois pelo menos você tentou dar uma chance.


    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tami! Verdade, acho que foi devido a isso mesmo.

      Excluir
  16. Olá, Tony!
    Eu não curto muito Minecraft também, mas tenho um primo que é fascinado. Talvez ele iria gostar. Foi uma pena que você não tenha tido uma boa experiência com o livro, mas é questão de público, não é? Mesmo assim, a diagramação está linda!
    Beijos!

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Sim, sim. A questão é justamente essa!

      Excluir
  17. Oi, Tony!

    Irei passar a dica porque, definitivamente, não faço parte do público alvo do livro.

    Beijo!

    apenasumaleitura.blogspot.com.br/ | gotitmaju.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu estava dando minha cara a tapa já se você gostasse desse livro, Tony.
    Lembra que postei no IG e você comentou por lá? Pois então, pagou para ver e deu nisso hahaha.
    Eu não finalizei achando bom não, maaaaaas... Pelo menos eu não estava com esse pensamento sozinha rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naty! Lembro sim! Parece que o jogo virou não é mesmo? hahaha O livro é bom e só kkkk

      Excluir