Título: A Guerra dos Mundos
Título Original: The War of the Worlds
Autor: H. G. Wells
Ano: 2016
Páginas: 312
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Eles vieram do espaço. Eles vieram de Marte. Com tripés biomecânicos gigantes, querem conquistar a Terra e manter os humanos como escravos. Nenhuma tecnologia terrestre parece ser capaz de conter a expansão do terror pelo planeta. É o começo da guerra mais importante da história. Como a humanidade poderá resistir à investida de um potencial bélico tão superior?

Publicado pela primeira vez em 1898, A guerra dos mundos aterrorizou e divertiu muitas gerações de leitores. Esta edição especial contém as ilustrações originais criadas em 1906 por Henrique Alvim Corrêa, brasileiro radicado na Bélgica. Conta também com um prefácio escrito por Braulio Tavares, uma introdução de Brian Aldiss, membro da H. G. Wells Society, e uma entrevista com H. G. Wells e o famoso cineasta Orson Welles responsável pelo sucesso radiofônico de A guerra dos mundos em 1938 , que fazem desta a edição definitiva para fãs de Wells.

*Exemplar cedido pela editora 

É engraçado pensar que o livro tido como o primeiro a narrar sobre invasões alienígenas na terra foi o primeiro que li sobre o tema. "A Guerra dos Mundos", de H. G. Wells marca o meu primeiro contato com uma obra focada em alienígenas e sendo assim, não farei comparações com outras obras do gênero. Essa será uma resenha única e exclusivamente focada neste livro e ponto. 

 
Começo dizendo que achei extremamente fascinante e, ao mesmo tempo assustador, todo o caos causado pela chegada dos marcianos. Eu que sempre acreditei na existência de vida fora do Planeta Terra passei a me colocar no lugar dos personagens do livro e me perguntar: "O que eu faria no lugar deles? Iria de encontro as criaturas estranhas que sempre sonhei que existiram ou correria para o mais longe possível delas?" 

Esse momento onde a calmaria e marasmo vivido pelos londrinos de "A Guerra dos Mundos" se rompe e dar lugar ao inesperado, o novo e o imprevisível é delicioso de acompanhar. Como encontrar um sentido e agir de forma coerente quando nada mais faz sentido ou coerência? É por não conseguirem encontrar uma resposta para isso que tudo desanda na vida dos personagens da trama. Os terráqueos piram, colocam os pés pelas mãos, e tudo vira um caos. 

"Lembro-me de sentir a forte convicção de que brincavam comigo, que a qualquer momento, quando eu estivesse à beira da segurança, aquela morte misteriosa, veloz como a passagem da luz, saltaria do fosso onde estava o cilindro e me aniquilaria." - página 83

Destruição, mortes e momentos de pura tensão e angústia estão presentes nas trezentas páginas do livro. Para quem gosta de uma boa história de ficção científica, "A Guerra dos Mundos" é um prato cheio. 

Acredito que essa seja uma boa hora para dizer que mesmo o livro sendo bem agitado em alguns momentos há diversos capítulos arrastados. A narração é em primeira pessoa, por um personagem "sem nome", e por essa razão somos privados de boa parte da ação que acontece na obra. Além disso, o personagem está quase sempre sozinho, o que elimina todo e qualquer tipo de diálogo e traz para o leitor uma grande porção de cenas descritivas e divagações. É legal entrar na cabeça do protagonista? É. Mas chega uma hora que cansa e dá até sono. 

"Sentei-me, sentindo uma estranha perplexidade. Por um momento, não consegui entender claramente como cheguei lá. Meu pavor caíra de mim como um manto. Meu chapéu sumira e meu colarinho se soltara do prendedor. Minutos antes, apenas três coisas reais existiam para mim — a imensidão da noite, do espaço e da natureza, minha própria fragilidade e aflição, e a iminência da morte. Mas agora  algo se invertera, e o ponto de vista se alterou abruptamente. Não houve transição perceptível de um estado de espírito para outro. Voltei imediatamente ao meu "eu" rotineiro — um cidadão comum e honesto, O campo silencioso, minha fuga precipitada, as chamas  repentinas, tudo parecia fazer parte de um sonho. Perguntei-me se aqueles fatos haviam acontecido de fato. Não podia acreditar." - página 92 

Os personagens, apesar de serem poucos, são todos bem construídos. Destaque para o protagonista, o artilheiro e o padre. Através deste último há a inserção de críticas à religião, o que achei bem corajoso da parte do autor, dado a época em que o livro foi publicado. 

"— (...) Precisa manter a cabeça no lugar. Ainda há esperança.
— Esperança!
— Sim, há muita esperança, apesar de toda essa destruição." - página 147

A edição da Suma de Letras está perfeita. A capa (dura) tem uma pegada bem retrô que é simplesmente linda, a diagramação e a revisão estão ótimas e as ilustrações (muito bem impressas) dão um charme na obra e tornam a experiência do leitor ainda melhor. 

Apesar dos momentos arrastados, "A Guerra dos Mundos" é um ótimo livro. Ideal para quem curte histórias sobre alienígenas e invasões extraterrestres. 

 
Nota: 




Algumas outras fotos do livro:




28 Comentários

  1. Oi, Tony!
    Menino, essa edição está um luxo!
    Eu nem sabia que era livro quando assisti o filme e eu também acredito em vida fora da Terra.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Tá mesmo, viu? E eu não sabia da existência do filme! rs

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu to doido atras desse livro, preciso muito ler ele porque já vi o filme e adorei haha

    www.robsonvascovith.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Robson! Tudo sim e contigo? Espero que você possa ler ele em breve.

      Excluir
  3. Guerra dos mundos é o meu filme favorito de alienígenas de todos os tempos!! Sempre paro pra assistir quando tá passando na tv, não resisto kkk quando vi sobre o lançamento do livro fiquei doida, e com razão, pelo visto! Fiquei super feliz em saber que a obra também é maravilhosa e faz o leitor refletir sobre o que faria se estivesse no lugar dos personagens. Essas ilustrações também ficaram ótimas, muito bem colocadas pra ambientar o leitor! <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Eu nunca assisti esse filme, acredita? Mas depois vou ver...

      Excluir
  4. Não sou o tipo de pessoa que gosta de ficção, mas vida fora da terra sempre me chamou atenção. Nunca li o livro e tampouco vi o filme, mas depois de saber que é um livro do século 19 ele com toda certeza entra para minha lista dos livros que eu preciso ler muito em breve.

    http://www.pampilho-ordinario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luca! Espero que você leia e goste do livro.

      Excluir
  5. Olá, Tony.
    Essa edição está maravilhosa. Mas acho que não leria. O gênero não é um dos meus favoritos e isso de não ter outros personagens para conversar faz falta. Recentemente li um livro sem diálogos e foi bem demorada a leitura. Assisti o filme e achei muito chato.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Entendo... Isso arrasta bastante a leitura, né?

      Excluir
  6. Oi Tony!

    Interessante o personagem não ter nome. A Guerra dos mundos é um clássico que eu quero muito conferir e levarei em consideração que pode me cansar às vezes. É bom saber pra alinhar as expectativas rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi! Né? Também achei isso interessante.

      Excluir
  7. Oi Tony,
    Que edição linda, mas eu não curto muito o filme então, difícil dizer se eu leria. Porém, adorei sua resenha e os quotes!

    tenha um ótimo final de semana =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana! Fico feliz em saber que você curtiu a resenha! :)

      Excluir
  8. Oi Tony.
    Faça sim cosplay <3 divirta-se

    Eu tinha um medo do deabo de Guerra dos Mundos quando era mais pequena. Na real tenho medo de ets em geral, acredito muito XD mas isso nao me impediu de por esse livro na minha lista ykdhkahdukashdukash nunca tinha visto as artes dentro e são lindaaaaaaaas

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    http://carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Um dia eu faço, pode deixar! :) Hahaha sério que você tem medo?

      Excluir
  9. Olá, Tony!
    Ahhh que livro mais lindo *-* Fiquei encantada por essa edição! Capa dura >>> haha A estória parece ótima, gosto dessa pegada! Fiquei encantada pelas imagens. Já quero! Ótima resenha como sempre <3
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath! Também amo livros de capa dura! <3 Obrigado! :)

      Excluir
  10. Oi Tony
    Sabe que eu não curto muito este assunto de alienígenas e tal, mas achei curioso. Achei a diagramação bem legal, e fiquei com vontade de ver de perto. Mesmo não sendo o meu tipo de leitura, fiquei curiosa.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa! Então dê uma chance pro livro. Quem sabe você não gosta?

      Excluir
  11. Oi, Tony!! Tudo bem??
    Eu adorei essa capa!! Tá muito linda mesmo!! O único livro que li sobre invasões alienígenas foi A Hospedeira (que eu me lembre), mas não gostei. E nem tem guerra, é muito paradão. Imagina um tolete de 500 páginas paradão, como se fosse só pra encher linguíça. Fala sério haha Esse que você leu com certeza tem mais ação rsrs Ótima resenha!! Bjs,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza! Tudo sim e com você? Nossa, sério que o livro é assim? :O Obrigado <3

      Excluir
  12. Oi, Tony! Sem dúvidas, o que primeiro me chamou a atenção em relação a esse livro foi a sua edição, que está super caprichada. Fui procurar saber sobre a história e fiquei bastante curiosa. Não sou uma grande leitora de ficção científica, mas ainda assim pretendo conferir essa. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Confira mesmo. Quem sabe você não acaba curtindo o livro? :)

      Excluir
  13. Oi Tony.

    Amei essa edição, clássicos e capa dura são uma perfeita combinação.
    Confesso que saber que a narração é toda por alguém "sem nome" desanima um pouco, mas ao mesmo tempo eu aceito o desafio de descobrir por mim mesma.

    Parabéns pela resenha.

    Abraço.
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alana! Né? Concordo com você. Não deixe isso impedir você de ler o livro, viu? E obrigado.

      Excluir
  14. Super amei e já quero ler! Não sabia que tinha um livro dele, afinal só assisti ao filme, que amo!
    Ótima dica, e adorei o blog :)

    http://www.entreeles.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano! Espero que o leia logo. E fico feliz em saber que você curtiu o blog! :)

      Excluir